Ricciardo ainda vê Mercedes como time a ser batido em 2017

Mesmo com melhora da Red Bull no fim do ano, australiano crê em Mercedes ainda bem à frente em várias áreas

Mesmo com o desempenho encorajador neste fim de ano, Daniel Ricciardo continua com os pés no chão. Em entrevista exclusiva à revista online do Motorsport.com, GP Gazette, o piloto disse que as pessoas devem evitar "não se enganar" em relação à força do pacote da Mercedes como um todo.

O australiano afirma que não é só o motor que faz com que o carro de seus concorrentes seja tão rápido nas últimas temporadas, e que espera que sua equipe chegue a uma solução aerodinâmica mais competitiva para 2017.

"Eu acho que um monte de gente provavelmente está ficando um pouco animada (por conta das chances da Red Bull em 2017)", disse Ricciardo.

"Estou, obviamente, tentando ficar um pouco com os pés no chão.”

"Podemos ter um grande pacote aerodinâmico, mas ele provavelmente vai nos custar tempo nas retas. E a Mercedes - não vamos nos enganar - tem uma unidade de potência muito boa, mas tem um grande carro também.”

"Vamos ver. Em Cingapura eles ganhavam nas retas em comparação conosco, a volta de Rosberg foi meio segundo mais rápida no quali. Eles ainda têm um bom carro.”

"Eu acho que o alvo ainda será eles no próximo ano. Eles vão sair em Melbourne como o time a ser batido, mas espero que estejamos próximos o suficiente para atacarmos."

Para mais de Daniel Ricciardo, incluindo a sua visão sobre o relacionamento com Max Verstappen, veja a última edição do GP Gazette aqui (em inglês).

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias