Ricciardo: diferença para Verstappen não mostrou “verdadeira imagem"

compartilhar
comentários
Ricciardo: diferença para Verstappen não mostrou “verdadeira imagem
Por:
24 de dez de 2018 13:11

Australiano avalia que classificação e número pontos em comparação com companheiro de equipe da Red Bull na temporada de 2018 foram distorcidos

A confiabilidade foi um dos grandes problemas que Daniel Ricciardo teve que lidar em 2018. O australiano acabou terminando 79 pontos atrás de seu companheiro de equipe, Max Verstappen, mesmo vencendo duas corridas (China e Mônaco) em nas primeiras seis provas.

Desde o triunfo em Mônaco, o holandês largou na frente de Ricciardo por 11 vezes seguidas, vencendo a batalha interna da equipe por 15-3 e com uma média de 0s131 de diferença.

Ricciardo disse ao Motorsport.com: “Estou feliz com a forma como estive este ano e sinto que os pontos e a classificação não revelam a verdadeira imagem.”

"Eu não quero tirar o crédito do Max porque ele está melhorando a cada ano e ele é um piloto de nível superior.”

“Não há dúvida de que ele é extremamente rápido e não é fácil vencer em qualquer dia.”

“Mas mesmo naqueles dias em que ele me conseguiu tempo superior no quali, eu ainda me sinto confortável com isso e na maioria das vezes eu entendi o porquê.”

“Às vezes tirei o chapéu e disse que era apenas uma boa volta, mas houve outras vezes, onde houve alguns problemas e pequenas coisas que me atrapalharam."

Verstappen desenvolveu uma vantagem consistente em 2018 depois de se recuperar de um início de ano cheio de erros, melhorando consideravelmente o seu histórico depois de uma rivalidade muito próxima com Ricciardo até 2016 e 2017.

Enquanto Verstappen foi a um pódio surpresa depois das férias de verão, superando todos os pilotos, exceto o campeão mundial Lewis Hamilton, Ricciardo não voltou a ir ao pódio depois de vencer o GP de Mônaco.

Ricciardo disse que não "queria passar por isso", mas revelou que, além de seu recorde negativo de confiabilidade, havia outras questões que o puxaram para trás.

Ele explicou que no México, onde ele se classificou na pole, seu motor estava acelerando de forma estranha no começo e é por isso que ele teve problemas na curva 1.

"Resumindo, eu ainda estou confortável com o ano que tive", disse Ricciardo.

"Mesmo que não tenha apresentado o melhor desempenho que gostaria, se não houvesse uma razão para isso, eu entenderia.”

"E se eu não sei porque, eu fui capaz de descobrir e seguir em frente.

"Estou mais feliz do que as estatísticas mostram, digamos isso."

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14

Photo by: Manuel Goria / Sutton Images

Next article
Pérez: Ocon era melhor em classificação; eu fui melhor nas corridas

Previous article

Pérez: Ocon era melhor em classificação; eu fui melhor nas corridas

Next article

Haas sempre enfrentou "vento contra" em 2018, diz Magnussen

Haas sempre enfrentou "vento contra" em 2018, diz Magnussen
Load comments