Ricciardo discutirá novo contrato após primeiras corridas

Australiano disse que até abril se sentará para negociar extensão de contrato com a Red Bull até 2020

A situação entre Daniel Ricciardo e Red Bull permanece indefinida. O australiano terá um forte desafio interno contra o holandês Max Verstappen, que já assinou um acordo com a equipe austríaca para o futuro, enquanto ele ainda não decidiu se continuará ou não.

A equipe informou que está aberta para negociar a continuidade com Ricciardo em um relacionamento que começou em 2007, mas ao contrário de 2017, o mercado este ano, sem dúvida, será mais agitado, com muitos contratos nas grandes equipes que terminam em 2018.

"Nada mudou do final da temporada passada", disse Ricciardo em Barcelona. "De forma realista, vamos começar a falar em abril, após as primeiras corridas. O ideal é ganhar e começar a temporada bem, para que possamos ter mais poder de barganha no dia em que nos sentarmos para conversar.”

Uma das hipóteses mais prováveis é a de uma renovação por dois anos, que expiraria no final de 2020, igual ao acordo que já assinaram com Max Verstappen. No entanto, há dois aspectos que poderiam mudar as cartas na mesa: o relacionamento com o holandês (com a possibilidade de alta tensão dentro da equipe) e uma possível oferta que poderia vir da Ferrari ou da Mercedes.

Ricciardo completa 29 anos em julho e isso é importante para o australiano que já disse que seu próximo contrato será vital para suas aspirações de lutar por um campeonato mundial, um objetivo que só será atingido com o equipamento e ferramentas necessárias.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias