Ricciardo diz que não gosta de Interlagos: "não dá prazer"

O piloto da Red Bull, no entanto, elogiou o público brasileiro

Daniel Ricciardo disse que não gosta do traçado de Interlagos. Ao falar sobre o circuito, palco do GP do Brasil, no domingo (15), ele disse que nunca fez uma volta perfeita na pista, e que "não há nenhuma curva que dê a você alguma satisfação real".

Perguntado sobre quais são os segredos de Interlagos, o australiano disse que o importante é não pensar muito à frente, e sim atacar cada curva separadamente: "você precisa encarar curva a curva e se concentrar na que você está no momento. Não há muito que você possa fazer para melhorar a próxima."

Apesar de elogiar a cidade de São Paulo e a atmosfera que a torcida brasileira produz, Ricciardo diz abertamente que não gosta da pista.

"Não há uma única curva que dê alguma satisfação real. Eu não quero que pareça bobo, pois não é, mas como na Rússia, não uma curva que te faça sentir um 'Wooooo-Hoooo'. É preciso mais curvas e alguma parte de alta velocidade. Há algumas que parecem boas no papel, mas por causa da cambagem, você nunca consegue andar no limite", disse.

Para Ricciardo, um fator positivo, mas ao mesmo tempo assustador, é a proximidade da pista com as arquibancadas na reta principal.

"A reta de largada é muito estreita, então se o seu lugar no grid é na parte de fora, você está há dois metros da arquibancada. É melhor torcer para que o público goste de você, pois se não gostar, você é um alvo muito fácil quando você está colocando o capacete", brincou.

"Como no México, aqui é a torcida que se deseja para um Grande Prêmio. Brasileiros são legais", disse.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias