Ricciardo: É a temporada mais “estranha” da minha carreira

compartilhar
comentários
Ricciardo: É a temporada mais “estranha” da minha carreira
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
25 de set de 2018 18:09

Australiano viu bom início de temporada, frustrações e a decisão de abandonar Red Bull

Daniel Ricciardo venceu os GPs da China e Mônaco, o que fez dele um dos pilotos que corriam por fora na disputa pelo título da F1. Mas, desde que a Red Bull perdeu terreno para Ferrari e Mercedes, ele deixou de ter esta condição.

Tendo decidido deixar sua atual equipe e ir para Renault, o australiano admitiu que nunca havia passado por situação parecida na carreira.

“Esta é a temporada mais estranha da minha carreira”, disse Ricciardo em entrevista para o site da Red Bull. “Vencer duas corridas nas seis primeiras foi a provavelmente o início mais forte que tive na F1.”

“Depois de Mônaco, eu estava pensando em uma temporada promissora, e pensávamos que teríamos chances de correr por fora na disputa pelo título. Ainda sinto que estou correndo bem, mas por uma série de razões isso não funcionou muito bem.”

"Minha confiança nunca diminuiu, mas minha motivação e meu amor pelo esporte têm tido altos e baixos, embora eu tenha a tendência de me recuperar disso rapidamente".

A decisão de Ricciardo de ir para a Renault foi uma das grandes surpresas do mercado de pilotos, mas ele disse que isso terá um significado quando for para casa após a última corrida do ano.

“Sinceramente, vou pensar nisso depois que receber a bandeira quadriculada em Abu Dhabi e tiver que ir para casa.”

“Não falta muito tempo para a mudança e isso fechará um capítulo da minha carreira. Do ponto de vista emocional, esse será o momento que isso vai me atingir.”

“Uso um capacete da Red Bull por mais de uma década. Tem sido uma jornada divertida e estou pronto para algo novo.”

“Estarei com 30 no ano que vem e sinto que é o momento para minha parte adulta. Pode parecer bobo, mas estando com a Red Bull há tanto tempo, senti que era o momento de tomar uma decisão por mim.”

“Vem sendo uma boa jornada com a Red Bull, mas às vezes fica muito fácil porque tudo é muito familiar. Seria muito fácil ficar preso à rotina e não queria que isso acontecesse. Quero desafiar a mim mesmo outra vez.”

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Red Bull volta a motor antigo e sofre punição na Rússia

Previous article

Red Bull volta a motor antigo e sofre punição na Rússia

Next article

Arrivabene: "Vettel não é o chefe da Ferrari"

Arrivabene: "Vettel não é o chefe da Ferrari"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo Shop Now
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias