Ricciardo é cauteloso com futuro: não quero ser como Alonso

Australiano diz que terá cuidado antes de pensar em mudar de equipe para não se arrepender: “2017 terá uma série de mudanças”

Daniel Ricciardo utilizou uma referência no mínimo curiosa para exemplificar por que quer ter cautela ao pensar em deixar a Red Bull no futuro.

O australiano, vencedor de três provas na Fórmula 1, disse que não quer fazer como Fernando Alonso, que mudou de equipe neste ano e não fez uma boa temporada devido às limitações de seu equipamento.

"É algo que eu tenho que tocar cuidadosamente", disse Ricciardo à Fox Sports Austrália.

"Em 2017, há uma série de mudanças nas regras, e a última coisa que eu quero fazer é dar uma de Alonso, abandonar o barco e, logo em seguida, o barco que você saiu é o que você quer estar.”

"Em um mundo ideal eu vou ficar na Red Bull e vamos encontrar o domínio novamente, mas meu futuro na Fórmula 1 é algo para eu decidir mais tarde na temporada que vem."

Ricciardo admite que é improvável que vá lutar por vitórias em 2016, ano no qual a Red Bull correrá com um motor Renault com o nome de TAG Heuer.

"Eu acho que é irreal pensar que podemos lutar por vitórias. Honestamente, a Mercedes deve dominar", Ricciardo explicou.

"Nós caímos um pouco para trás, precisamos melhorar. Acho que podemos fazer isso. A equipe é boa o suficiente. Nós vamos encontrar alguns ganhos, mas eu não sei o quanto."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias