Ricciardo era "passageiro" no confronto de Baku, disse Brawn

Diretor esportivo da Fórmula 1 acredita por causa das regras aerodinâmicas atualmente em vigor australiano virou passageiro

Daniel Ricciardo acabou atingindo a traseira de Max Verstappen na freada da primeira curva em Baku, com a Red Bull perdendo os dois pilotos e a FIA dando uma reprimenda a ambos.

Ross Brawn, falando sobre o fim de semana, em material divulgado pela F1, não chegou a atribuir culpa ao incidente.

"Não quero comentar sobre quem pode ser considerado responsável ou como uma equipe deve administrar esses problemas durante uma corrida, mas acho que a decisão dos comissários de repreender os dois pilotos foi correta", disse Brawn.

“Mas gostaria de destacar um ponto técnico. Uma vez que Daniel se estabeleceu em sua linha e Max mudou de direção bloqueando essa linha, o australiano se tornou um passageiro."

“A perda de downforce experimentada por Ricciardo na esteira do carro de Verstappen teria deixado o carro impossível de ser parado.”

“Muitas vezes pensamos em downforce nas curvas, mas o impacto que a aderência extra tem na frenagem é enorme. Tire essa aderência na freada e o que aconteceu no domingo foi inevitável.”

Acidente destaca problema aerodinâmico

Brawn disse que o incidente foi oportuno, uma vez que destacou os problemas aerodinâmicos que sua equipe está enfrentando com mudanças para 2021, mas também as medidas adotadas para o próximo ano pela Comissão da Fórmula 1 nesta semana.

"Embora este tenha sido um exemplo muito severo, isso destacou mais uma vez a necessidade de encontrar uma maneira de desenvolver as regras para tornar os carros mais viáveis nessas condições", disse ele. “A decisão do Grupo de Estratégia e da Comissão de F1, sancionada pelo Conselho Mundial da FIA, de aprovar uma série de modificações aerodinâmicas, visando promover corridas mais próximas e mais ultrapassagens para a temporada de 2019, é definitivamente um passo importante.”

“Também é importante notar que a decisão foi tomada após um intenso período de pesquisas sobre as propostas da FIA, que foram feitas com o apoio da Fórmula 1 e conduzidas pela maioria das equipes.”

“Mostrou bom espírito e uma boa maneira de trabalhar juntos para uma melhor e mais espetacular Fórmula 1, que é o que a FIA, a Fórmula 1, as equipes e, o mais importante, os fãs querem. Bravo."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Pista Baku City Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias