Ricciardo: F1 precisa "se abrir para mudanças" no cockpit

Daniel Ricciardo afirma que a Fórmula 1 e os fãs precisam abrir a mente para a nova aparência que os carros da categoria podem apresentar no futuro; Red Bull testará modelo próprio de proteção de cockpit no primeiro treino livre para o GP da Rússia

Daniel Ricciardo pede que a Fórmula 1 tenha mente aberta para a proteção de cockpit que ele apresentará ao mundo no primeiro treino livre do GP da Rússia, na próxima sexta-feira. O australiano reconhece que trata-se de uma mudança significativa, mas ressalta que é algo que, cedo ou tarde, estará nos carros.

"Creio que você precisa se abrir para algumas mudanças. É diferente, sem dúvida, mas em 2009 os carros mudaram bastante e eu os achava muito feitos. Agora, no entanto, eles foram refinados e acabamos nos acostumando a eles", disse.

"Farei a volta de instalação no primeiro treino livre com a proteção instalada. Tenho certeza de que receberei muita atenção da transmissão nos primeiros dois minutos de treino, então é melhor eu caprichar no penteado", afirmou, com bom humor.

"É uma estrutura que, sem dúvida, vai afetar a aerodinâmica, faremos o teste apenas para ver se é funcional e depois seguiremos com nosso programa", afirmou o australiano, que disse não se preocupar com a visibilidade após entrar no cockpit do RB12 com o dispositivo instalado.

"A primeira impressão foi boa. Basicamente, a estrutura não atrapalha o acesso visual aos retrovisores. Na frente, você tem a estrutura no topo, mas é muito alta. Então é algo que fica fora do nosso campo de visão de qualquer forma."

Questionado se achava o projeto da Red Bull mais elegante do que o da Ferrari, Ricciardo preferiu não se manifestar. "Vamos esperar para ver na pista. Parece-me ok no momento, acho que a equipe fez um bom trabalho. Mas veremos como vai parecer quando estivermos andando em alta velocidade e como isso vai aparecer nas câmeras", disse.

Por fim, o piloto rebateu os argumentos de que a cobertura de acrílico pode se tornar um problema para a visão dos pilotos se coberta por óleo ou se chover.

"Nos pitstops você pode ter a retirada de películas, como se vê na NASCAR. Ou você pode aplicar um produto específico para a cobertura, que ajude a escoar a água ou o óleo, que seriam dispersados facilmente", completou.

Reportagem adicional por Jonathan Noble

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Daniel Ricciardo
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias