Ricciardo: gesto para Grosjean foi “no calor do momento”

Australiano minimiza incidente no segundo treino livre, mas ressalta que manobra do piloto francês foi desnecessária

Daniel Ricciardo explicou que o gesto obsceno que fez para Romain Grosjean no segundo treino livre do GP de Abu Dhabi veio “no calor do momento”, mas ressaltou que o piloto da Haas fez uma manobra desnecessária.

O australiano foi bloqueado por Grosjean em uma volta na sessão complementar. Irritado, ele mostrou o dedo do meio para o colega e ironizou a situação pelo rádio à equipe.

“Ele não precisava fazer aquilo. Era só um treino livre, então não fiquei incomodado. Foi algo no calor do momento, com certeza, mas era frustrante. Eu estava em volta lançada e ele estava em uma volta de aquecimento”, explicou.

Apesar dos contratempos, Ricciardo acredita que a Red Bull está em pé de igualdade com a Ferrari, sendo que ambas estão atrás da Mercedes. “Nosso ritmo em trecho curto parece bom. Não estamos no ritmo de Lewis [Hamilton, líder do dia], mas estamos lá com a Ferrari. Sabemos que precisamos encontrar mais alguns décimos amanhã.”

“Em ritmo de corrida, há um pouco mais para encontrar. Teremos um pouco mais de trabalho à noite, mas, no geral, não foi um dia ruim.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Pista Yas Marina Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias