Ricciardo: Halo não atrapalha visão das luzes de largada

Australiano minimizou os temores de que dispositivo pudesse dificultar a visão dos pilotos na hora da largada

O uso obrigatório do halo, sistema de proteção de cabeça na F1 neste ano, causou muitas críticas dos fãs que estão infelizes com o visual, embora os pilotos que o testaram digam que não faz muita diferença.

No entanto, uma questão potencial que surgiu nos últimos dias é se a visão dos pilotos das luzes de largada poderia estar restrita, devido à sobreposição da parte superior do halo.

Foi por isso que vários pilotos treinaram largadas durante o teste de Barcelona nesta segunda-feira, com Ricciardo confirmando que não houve problema para ele.

"Pode parecer bobo, mas não percebo", disse ele sobre o halo. "Entrar no carro e sair obviamente você faz [notar], mas na pista parecia bom.”

"Eu segui alguns carros hoje e parecia tudo certo. Fizemos as largadas, pensamos que ver as luzes poderia ser difícil, mas até agora parece estar tudo bem. Eu sei que não é tão bonito, mas, além disso, está tudo bem."

Fernando Alonso concordou com a sugestão de que o halo parecia muito mais invasivo fora do carro do que no interior do cockpit.

"Quando vejo as imagens, vejo o halo no meio da visão, mas ao guiar, por qualquer motivo, você está focado na longa distância, você não está focado na parte do meio do chassi", disse o piloto da McLaren.

"Nas curvas, obviamente, você está observando a esquerda ou a direita, então não há absolutamente nenhum problema."

Relatos adicionais por Adam Cooper, Jamie Klein e Lawrence Barretto

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso , Daniel Ricciardo , Carlos Sainz Jr.
Tipo de artigo Últimas notícias