Ricciardo ignora Williams e vê Red Bull como segunda força

Australiano salienta dificuldades do circuito da Áustria, mas se mostra confiante para a classificação

Estreando em uma sessão oficial no circuito Red Bull Ring, Daniel Ricciardo gostou do que viu – ainda que tenha tido um momento de mais “emoção” durante os treinos. O vencedor da última etapa fechou o dia em oitavo lugar. Seu companheiro de Red Bull, Sebastian Vettel, foi o sexto.

[publicidade]“Eu achei que fosse bater”, reconheceu Ricciardo quando perguntado sobre o momento em que perdeu seu carro na primeira sessão na saída da última curva. “Em determinado ponto eu estava de cara para o pitwall e pensei ‘desculpe, caras, não vai dar para segurar’, mas ainda bem que deu.”

Ricciardo lembrou, contudo, que não foi o único que teve problemas para controlar o carro no circuito austríaco.

“A volta é bem curta e você fica bastante atarefado, é bem divertido. Nós subimos bastante no primeiro setor e, daí em diante, você vai indo para baixo. O segundo e terceiro setores são bem fluidos, você consegue ter um bom ritmo nas curvas”, elogiou.

“É uma pista muito desafiadora também, vimos vários pilotos saindo da pista, incluindo eu. Todos estarão no limite na classificação. Se você colocar uma roda para fora em alguns lugares, pode ser um grande problema.”

Mesmo perdendo para Williams e Ferrari nesta sexta-feira, o australiano espera um cenário diferente para o resto do final de semana.

“Eu espero uma boa posição. Temos algum trabalho pela frente, mas se conseguirmos acertar tudo, teremos um lugar, tomara, à frente da Mercedes mas, realisticamente, logo atrás deles.”

Vettel, por sua vez, se mostrou mais cauteloso. “Vimos pessoas com dificuldades com os pneus macios, mas isso dever diferente no sábado, quando deve estar mais quente. Não somos os favoritos, mas hoje foi bastante produtivo, parece que progredimos ao longo do dia.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias