Ricciardo: início de ano ruim serve de alerta para Red Bull

Australiano acredita que equipe não terá mais dificuldades daqui para frente e espera analisar suas opções para o futuro só no ano que vem

Daniel Ricciardo afirmou que o começo ruim da Red Bull na temporada de 2017 da F1 foi mais um “sinal de alerta” para a equipe, embora não acredita que isso acontecerá novamente no ano que vem.

Esperava-se que a Red Bull fosse a concorrente mais próxima da Mercedes neste ano, mas a equipe acabou atrás também da Ferrari desde o começo da pré-temporada.

A equipe percebeu que o carro maior deste ano estava afetando a performance no túnel de vento, já que as peças não rendiam na pista como ocorria nas simulações na fábrica.

Quando o problema foi resolvido, aproximadamente em junho, a Red Bull encontrou uma direção mais clara e, desde então, tem tentado diminuir a vantagem da concorrência.

“Esse ano foi mais um sinal de alerta para nós com esse começo lento. Eu não sinto que vá acontecer de novo. Adoraria ter começado mais forte”, disse Ricciardo.

“A equipe provavelmente entende por que estávamos atrás no começo do ano. Muitas perguntas foram respondidas. Desde a Áustria, definitivamente entendemos o carro melhor.”

“Podemos forçar um pouco mais, chegar ao limite sem perder o controle. Certamente progredimos. Precisamos desenvolver mais para o próximo ano, mas acho que, definitivamente, começaremos ainda mais próximos.”

Ricciardo, cujo contrato com a Red Bull se encerra ao fim da temporada que vem, afirmou que irá esperar para ver como a equipe irá render no ano que vem antes de decidir acerca de seu futuro.

Quando perguntado sobre o que seria necessário para convencê-lo a permanecer, ele disse: “Uma chance de vencer o título, com certeza.”

“Se eu estivesse com mais de 30 anos, talvez minhas prioridades mudariam. Gosto disso pela competição, e não há sensação melhor do que competir na ponta do grid. Definitivamente quero buscar um carro que possa lutar pelo campeonato.”

É muito cedo para pensar em um contrato para 2019. Veremos como as coisas acontecem no ano que vem. Estou na equipe agora, então posso ver a direção em que estamos e, então, avaliar as coisas a partir dali.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias