Ricciardo lidera primeiro treino apertado na Alemanha

compartilhar
comentários
Ricciardo lidera primeiro treino apertado na Alemanha
20 de jul de 2018 10:39

Australiano da Red Bull fechou sessão de retorno da F1 a Hockenheim com apenas 0s004 de vantagem para Hamilton

Daniel Ricciardo liderou uma apertada primeira sessão de treinos livres para o GP da Alemanha, superando Lewis Hamilton por apenas 0s004.

Ao longo da atividade, o australiano da Red Bull se alternou na liderança com nomes como Valtteri Bottas, Max Verstappen e o próprio Hamilton, mas registrou, a 14 minutos para o fim, o tempo de 1min13s525 com pneus ultramacios - os mais moles e rápidos do fim de semana.

Isso foi o suficiente para colocá-lo na ponta da tabela, com uma pequena margem para Hamilton. Verstappen, que fechou em terceiro, também ficou próximo, a 0s189 de distância.

Porém, a manhã não foi apenas de boas notícias para Ricciardo, já que a Red Bull confirmou que trocou peças em seu motor e, assim, fará com que o australiano inicie a prova de domingo no fundo do grid

O líder do campeonato, Sebastian Vettel, ficou com a quarta melhor marca, enquanto que Kimi Raikkonen fechou em sexto – entre eles veio Bottas, que anunciou sua renovação de contrato com a Mercedes pela manhã.

Leia também:

Foi a primeira vez que os carros da nova geração da F1, com maior pressão aerodinâmica e pneus mais largos, andaram no circuito de Hockenheim, há que a pista ficou de fora do calendário em 2017. O tempo já ficou próximo do recorde absoluto, estabelecido por Michael Schumacher em sua pole position em 2004 1min13s306.

A Haas mais uma vez se estabeleceu como a “melhor do resto”: Romain Grosjean foi o sétimo, com Kevin Magnussen em oitavo. A dupla, porém, já veio a mais de 1s de distância de Ricciardo. Charles Leclerc, da Sauber, e Nico Hulkenberg, da Renault, fecharam os dez melhores.

O alemão passou por um susto durante o treino, já que escapou da pista em alta velocidade na curva 12, precisando passar pela caixa de brita até conseguir retornar à pista. Ele também foi criticado por Fernando Alonso, que o chamou de "amador" pelo rádio ao sentir que o piloto da Renault impediu suas ações na curva 2. 

A sessão teve participação de dois pilotos reservas. Nicholas Latifi, que substituiu Esteban Ocon na Force India, fechou em 17º, enquanto que Antonio Giovinazzi, no lugar de Marcus Ericsson na Sauber, foi o 19º.

A sessão de Giovinazzi foi atrapalhada após a carenagem de seu motor se soltar de seu carro. Ele teve de voltar ao box com a unidade de potência da Ferrari parcialmente exposta.

No começo do treino, Pierre Gasly se queixou de problemas na direção de sua Toro Rosso e escapou na curva 12, o que lhe rendeu danos na carenagem ao atingir uma zebra. 

Já a McLaren teve programação limitada, já que os carros de Alonso e Stoffel Vandoorne passaram a maior parte do tempo na garagem, com trabalho de acerto sendo feito em ambos. Vandoorne deu 14 voltas e terminou em último, enquanto que Alonso completou só 13. 

Primeiro treino livre:

Cla # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Diferença
1 3 Australia Daniel Ricciardo Red Bull TAG 22 1'13.525  
2 44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 29 1'13.529 0.004
3 33 Netherlands Max Verstappen Red Bull TAG 34 1'13.714 0.189
4 5 Germany Sebastian Vettel Ferrari Ferrari 23 1'13.796 0.271
5 77 Finland Valtteri Bottas Mercedes Mercedes 30 1'13.903 0.378
6 7 Finland Kimi Raikkonen Ferrari Ferrari 24 1'14.267 0.742
7 8 France Romain Grosjean Haas Ferrari 29 1'14.691 1.166
8 20 Denmark Kevin Magnussen Haas Ferrari 28 1'14.853 1.328
9 16 Monaco Charles Leclerc Sauber Ferrari 25 1'15.097 1.572
10 27 Germany Nico Hulkenberg Renault Renault 32 1'15.282 1.757
11 11 Mexico Sergio Perez Force India Mercedes 29 1'15.415 1.890
12 14 Spain Fernando Alonso McLaren Renault 13 1'15.544 2.019
13 18 Canada Lance Stroll Williams Mercedes 32 1'15.629 2.104
14 55 Spain Carlos Sainz Jr. Renault Renault 10 1'15.769 2.244
15 28 New Zealand Brendon Hartley Toro Rosso Honda 36 1'15.864 2.339
16 35 Russian Federation Sergey Sirotkin Williams Mercedes 34 1'15.876 2.351
17 34 Canada Nicholas Latifi Force India Mercedes 27 1'16.023 2.498
18 10 France Pierre Gasly Toro Rosso Honda 32 1'16.071 2.546
19 36 Italy Antonio Giovinazzi Sauber Ferrari 23 1'16.136 2.611
20 2 Belgium Stoffel Vandoorne McLaren Renault 14 1'16.149 2.624

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Mercedes confirma permanência de Bottas em 2019

Previous article

Mercedes confirma permanência de Bottas em 2019

Next article

Ricciardo troca peças do motor e larga do fundo do grid

Ricciardo troca peças do motor e larga do fundo do grid
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Alemanha
Tipo de matéria Relato do treino livre