Ricciardo: no lugar de Bottas, teria tentado passar Vettel

Daniel Ricciardo afirmo que teria “pelo menos tentado” ultrapassar Sebastian Vettel no GP do Bahrein se estivesse na posição de Valtteri Bottas.

O finlandês chegou em Vettel, que sofria com o desgaste de pneus, mas não conseguiu estabelecer um ataque sério ao piloto da Ferrari, mesmo que tenha ficado na zona de DRS do alemão na volta final.

Ricciardo abandonou a corrida logo no começo e, tendo assistido às voltas finais de seu hotel, afirmou que teria pelo menos iniciado uma tentativa sobre Vettel.

Questionado pelo Motorsport.com se ele teria vencido a prova se estivesse no lugar de Bottas, Ricciardo disse: “Sim. Bem, eu teria pelo menos tentado, definitivamente.”

“Eu estava assistindo e falava: ‘Vai para cima! Vai, vai, vai vai!’ Obviamente, os fãs queriam ver isso também, mas ele não foi.”

“Talvez Valtteri pensou que iria passá-lo na curva 4, mas, para mim, você deve aproveitar a primeira oportunidade que tiver.”

“Se você trava as rodas e passa reto, ele ainda assim terminaria em segundo. Não quero dizer a ele todas minhas dicas, mas eu não ficaria contente.”

“Se é pela vitória, você não pode se acomodar. Não está em mim, pelo menos.”

Nas primeiras atividades do GP da China, questionado sobre como lidou com as sugestões de que não foi agressivo o suficiente, Bottas afirmou que não se sentiu afetado.

“Eu assisti a tudo novamente e, se tivesse que viver a situação de novo, não faria nada diferente. Estou bem com isso e as pessoas sempre podem dizer o que elas querem.”

Ricciardo: a Red Bull impulsionou minha agressividade

Ricciardo admitiu que era cauteloso demais no começo da sua carreira na F1, mas afirmou que sua chegada à Red Bull foi o impulso necessário para ser mais agressivo em disputas.

Ele conquistou sua primeira vitória quando teve de chegar em Sergio Pérez e Nico Rosberg no Canadá, em 2014, e, desde então, conquistou a reputação de ser um dos pilotos mais agressivos em ultrapassagens na F1.

“Nos primeiros anos de Toro Rosso, talvez me faltava um pouco de confiança. Talvez eu fosse um pouco deslumbrado demais pela F1 e colocava tudo em um pedestal”, disse.

“Assim que eu cheguei na Red Bull, percebi quais eram minhas reais possibilidades. E era minha chance de criar minha reputação.”

“Eu sabia que, se na primeira temporada, ou nas primeiras corridas, eu fosse superado por todos, todos pensariam: ‘Oh, esse é o cara fácil’. Eu tinha consciência disso, mas acho que tudo aconteceu naturalmente.”

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias