Ricciardo quer brigar por "melhor do resto" e fala em vitória

Australiano da Toro Rosso acredita que a equipe pode lutar consistentemente por pontos e beliscar alguma oportunidade a mais

Daniel Ricciardo está tão animado após os primeiros testes com sua nova Toro Rosso que não descarta sequer vencer uma prova em seu segundo ano na Fórmula 1. Apoiando-se no exemplo de Sebastian Vettel, que triunfou no GP da Itália de 2008 com a equipe, o australiano se vê lutando por pontos e, dependendo da circunstância, tendo a chance de dar um passo adiante.

Essa realidade não poderia ser mais diferente do que aconteceu ano passado, quando a equipe marcou apenas 26 pontos, contra 76 da rival mais próxima, a Williams. Mas Ricciardo espera um ano diferente. “Acho que nossa meta deveria ser nos tornarmos a melhor equipe depois da ‘grande briga’, então estaríamos batendo Williams, Force India e Sauber. Para mim, [o objetivo] seria estar regularmente nos pontos e, se possível, obter alguns pódios. Não é fácil, mas talvez em uma prova com chuva – pensando no que Vettel conseguiu – não seria impossível vencer com a Toro Rosso. A vitória de Vettel é uma motivação para nós, para mostrar que é possível.”

Outro foco de Ricciardo para esta temporada é convencer a chefia da Red Bull de que é bom o suficiente para substituir Mark Webber, caso o também australiano, que completa 37 anos em 2013, se aposente. “O que tenho de fazer é ter um bom ano e ver o que acontece. Sei em que tenho de focar no momento. Ano passado, o carro não era suficientemente competitivo, mas veremos o que podemos fazer agora.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias