Ricciardo: sinto que estou levando socos com azar em 2018

compartilhar
comentários
Ricciardo: sinto que estou levando socos com azar em 2018
Por: Glenn Freeman
14 de nov de 2018 11:34

Daniel Ricciardo sente que está levando “socos” com o número de problemas mecânicos que vem enfrentando na parte final da temporada de 2018 da F1.

O piloto da Red Bull enfrenta um fim de campanha problemático antes de sua mudança para a Renault em 2019, sofrendo várias falhas mecânicas que lhe custaram fortes resultados e que resultaram em punições no grid em corridas consecutivas devido a troca de componentes de motor.

No Brasil, Ricciardo foi punido porque precisou trocar seu turbocompressor após a corrida do México – na ocasião, um fiscal de pista danificou a peça com o extintor de incêndio após seu abandono.

Depois de largar em 11º no Brasil e terminar em quarto, o australiano confessou que foi frustrante ter de escalar o pelotão quando poderia ter obtido melhores resultados devido à velocidade da Red Bull.

“Vi o replay [do que aconteceu no México]. Eles me mostraram na sexta-feira só para jogar mais sal nas minhas feridas!”, disse.

“E há outra estatística que veio à tona: tive mais abandonos neste ano do que Lewis [Hamilton] teve nos últimos cinco anos ou algo do tipo, então, estão me dando alguns socos.”

“Sinto que, em toda vez que nós largamos fora de nossa posição normal ou que largamos do fundo, temos um carro rápido. Acho que isso aumenta ainda mais a frustração.”

Ricciardo, porém, fez questão de não colocar a culpa nos fiscais do México.

“Vi o replay. Achei que era só fumaça. Mas houve um momento em que havia chamas, então não vou ficar bravo com o fiscal por fazer aquilo.”

“O trabalho deles é eliminar o fogo caso eles vejam. Não estou bravo com ninguém, apenas desejo que tudo corresse perfeitamente.”

“Assim que eu cruzei a linha de chegada [no Brasil], fiquei bem chateado, porque o pódio estava tão próximo e eu tinha ritmo.”

“Não tenho arrependimentos. Não sinto que perdi o pódio ou que a equipe perdeu o pódio. Fizemos tudo o que podíamos, então não estou chateado com isso. Surpreendentemente, tínhamos um carro rápido, e a corrida foi divertida.”

“Sei que éramos melhores do que o quarto lugar, mas mesmo assim, tenho mais uma oportunidade com a equipe para chegar lá, então, em Abu Dhabi, vamos dar nosso melhor.”

“Com o ritmo que tínhamos [no Brasil], tenho realmente algum otimismo para Abu Dhabi. Sinto que esta é uma pista mais forte para nós do que o Brasil.”

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing in parc ferme

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing in parc ferme

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

Next article
GALERIA: quando os retardatários viram protagonistas na F1

Previous article

GALERIA: quando os retardatários viram protagonistas na F1

Next article

Emerson Fittipaldi: Teremos uma F1 bem melhor em 2 ou 3 anos

Emerson Fittipaldi: Teremos uma F1 bem melhor em 2 ou 3 anos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo Shop Now
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Autor Glenn Freeman