Ricciardo vence na Bélgica após o clima esquentar na Mercedes

Toque entre Hamilton e Rosberg acabou com corrida do inglês, enquanto alemão ampliou vantagem

Desta vez não foi com ultrapassagem nas voltas finais, mas Daniel Ricciardo novamente foi o único capaz a aproveitar uma brecha dada pela Mercedes e venceu o GP da Bélgica. Após um toque que arruinou a corrida do companheiro Lewis Hamilton, Nico Rosberg foi o segundo, com Valtteri Bottas em terceiro e Kimi Raikkonen em quarto.

[publicidade] Andando no fundo do pelotão após ter um pneu furado no toque, ainda no início da prova, Hamilton abandonou. Com isso, a vantagem de Rosberg no campeonato subiu para 29 pontos. Felipe Massa teve problemas em sua Williams, fez uma corrida apagada e foi apenas o 13º.

Rosberg não largou bem e foi superado por Hamilton e por Vettel antes mesmo da freada da La Source. O piloto da Red Bull também foi para cima de Lewis, mas perdeu a freada na curva 5 e acabou indo para a terceira posição.

Rosberg, então, foi para cima de Hamilton e os dois pilotos da Mercedes acabaram se tocando. O inglês teve o pneu traseiro esquerdo furado, fez quase toda a volta se arrastando na pista e voltou em 19º.

Rosberg, por sua vez, teve uma parte de sua asa dianteira danificada e não conseguiu estabelecer um ritmo muito forte, sofrendo a pressão de Vettel. Mais atrás, Alonso foi superado por Ricciardo, que logo passou também Vettel após o alemão cometer um erro. Sem velocidade de reta, Alonso perdeu também a posição para Bottas, que já era quarto colocado na oitava volta.

Na volta seguinte, Rosberg e Raikkonen foram os primeiros a parar e, como o alemão teve de trocar sua asa dianteira, saiu atrás do finlandês, que era sexto antes de fazer sua parada. A liderança ficou com Ricciardo, com Vettel em segundo, pressionado por Bottas.

Massa, que passou a primeira parte da corrida brigando com as McLaren e Force India, no final do top 10, fez sua parada na décima volta e retornou logo à frente de Hamilton. Quem se deu bem na rodada de pit stops foi Kimi Raikkonen, que ganhou a posição de Alonso (que cumpriu uma punição por 5s porque os mecânicos de seu carro estavam trabalhando em seu carro após o limite de 15s antes do sinal verde na volta de apresentação), Vettel, Bottas e Rosberg. O finlandês voltou dos boxes com um ótimo ritmo.

Após a primeira rodada de paradas de boxes, Ricciardo manteve a liderança, seguido por Raikkonen, Vettel, Rosberg, Bottas, Magnussen, Alonso, Vergne, Perez, Button. Massa era apenas o 13º.

Tentando passar Vettel, que tinha boa velocidade de reta, Rosberg, que teve por algumas voltas, ironicamente, um pedaço do pneu de Hamilton preso na antena de telemetria de seu carro, perdeu a freada da última chicane e acabou se tornando alvo de Bottas, que o superou na reta Kemel, subindo para a quarta posição.

Na ponta, Ricciardo tinha um ritmo excelente, abrindo para Raikkonen, que se mantinha cerca de quatro segundos à frente da briga entre Vettel e Bottas. Na 20ª volta, Rosberg entrou nos boxes para inaugurar a segunda rodada de paradas. A antecipação deu certo para o alemão, que recuperou as posições com Raikkonen e Vettel após as paradas de ambos. Ricciardo e Bottas seguiram na pista.

O piloto da Red Bull só fez sua parada na 28ª volta, e Bottas subiu à liderança por uma volta, antes de também parar. Com isso, Ricciardo retornou à ponta e o finlandês voltou na quinta colocação, pressionando Vettel. O finlandês passou o alemão por fora na Les Combes.

Após a segunda rodada de pit stops, Ricciardo tinha 3s de vantagem para Rosberg, com Raikkonen em terceiro, Bottas em quarto e Vettel em quinto. Magnussen, Alonso, Perez, Button e Hulkenberg completavam o top 10.

Na volta 35, Rosberg fez sua terceira parada, assim como Vettel. O alemão chegou a ser superado por Bottas, mas deu o troco ainda na mesma volta. No início da volta seguinte, a Mercedes superou também Raikkonen, com facilidade, na reta, retornando ao segundo lugar, a mais de 19s de Ricciardo.

O alemão começou a tirar dois segundos por volta em relação a Ricciardo, enquanto Bottas pressionava Raikkonen na briga pela última posição no pódio e Hamilton abandonava. Com quatro voltas para o final, Bottas superou Raikkonen na reta.

Quem roubou a cena no final foi Kevin Magnussen, bastante agressivo em brigas com Alonso, Button e Vettel. No final, acabou superado pelo alemão, em sexto, com Button logo atrás e Alonso em oitavo. Perez e Kvyat completaram o top 10. Após a prova, Magnussen foi punido por ter jogado Alonso para fora da pista na reta Kemel e teve 20s acrescidos a seu tempo final. Com isso, Hulkenberg entrou na zona de pontuação e o dinamarquês caiu para 12º.

A Fórmula 1 retorna em duas semanas, no GP da Itália. 

Confira a classificação final

1. Daniel RicciardoAustrália Red Bull-Renault 44 voltas 1hr 24m 36.556s 
2. Nico RosbergAlemanha Mercedes-Mercedes +00m 03.3s 
3. Valtteri Bottas Finlândia Williams-Mercedes +00m 28.0s 
4. Kimi Raikkonen Finlândia Ferrari-Ferrari +00m 36.8s 
5. Sebastian Vettel Alemanha Red Bull-Renault +00m 52.1s 
6. Jenson Button Grã-Bretanha McLaren-Mercedes +00m 54.5s 
7. Fernando Alonso Espanha Ferrari-Ferrari +01m 01.1s 
8. Sergio Perez México Force India-Mercedes +01m 04.2s 
9. Daniil Kvyat Rússia Toro Rosso-Renault +01m 05.3s 
10. Nico Hulkenberg Alemanha Force India-Mercedes +01m 05.6s 

11. Jean-Eric Vergne França Toro Rosso-Renault +01m 11.9s 
12. Kevin Magnussen Dinamarca McLaren-Mercedes +01m 14.2s* 
13. Felipe Massa Brasil Williams-Mercedes +01m 15.9s 
14. Adrian Sutil Alemanha Sauber-Ferrari +01m 22.4s 
15. Esteban Gutierrez México Sauber-Ferrari +01m 30.8s 
16. Max Chilton Grã-Bretanha Marussia-Ferrari +1 volta 
17, Marcus Ericsson Suécia Caterham-Renault +1 volta 

Abandonaram
Jules BianchiFrança Marussia-Ferrari 39 voltas completadas 
Lewis HamiltonGrã-Bretanha Mercedes-Mercedes 38 voltas completadas 
Romain GrosjeanFrança Lotus-Renault 33 voltas completadas 
Andre LottererAlemanha Caterham-Renault 1 volta completada 
Pastor MaldonadoVenezuela Lotus-Renault 1 volta completada 

*com os 20s acrescidos pela punição
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias