Ricciardo: vontade de mudar provocou ida à Renault em 2019

compartilhar
comentários
Ricciardo: vontade de mudar provocou ida à Renault em 2019
23 de ago de 2018 15:58

Australiano esclarece que Honda, Verstappen ou salário não foram fatores determinantes para sua decisão, e sim o puro desejo em buscar um desafio diferente em uma casa nova

Daniel Ricciardo explicou os detalhes de sua decisão de se juntar à Renault na próxima temporada depois de Helmut Marko, consultor da Red Bull, admitir que foi pego de surpresa pela notícia.

Ricciardo chocou a Red Bull no começo das férias da F1 ao concordar em se juntar à Renault na próxima temporada em vez de renovar o contrato com sua atual equipe.

Marko disse que não entendeu a decisão e pensou que Ricciardo assinaria o novo contrato nos testes pós-GP da Hungria.

Ricciardo enfim explicou qual foi seu processo que o fez tomar a decisão de se juntar à Renault.

“Não era algo que eu sabia por semanas ou meses. Então, foi mais ou menos quando foi anunciado, pouco antes das férias.”

“A Renault era parte da minha consideração por um tempo. Eles não surgiram do nada, em cima da hora.”

“Eu estava realmente dividido com o que eu ia fazer e esse processo leva tempo. Ainda na corrida de Budapeste eu não estava seguro do que eu iria fazer.”

“Fiz o teste na terça-feira e tive um tempo para pensar nisso. E, nessas 48 horas, tomei minha decisão.”

“Não foi fácil. Havia muitos fatores e variáveis que tive que ponderar em minha mente.”

Ele explicou que a má sorte que vive na temporada, após vencer duas provas em seis corridas e depois sem marcar pódios nas seis seguintes, o deixou um pouco frustrado.

“Eu estava tentando entender por quê”, disse Ricciardo. “Quando ponderei, a chance de ter um novo desafio era provavelmente a resposta de que eu precisava.”

Nervosismo para avisar Marko

Ricciardo disse que teve “algumas noites sem dormir” enquanto ponderava sobre a possibilidade de deixar a Red Bull, que venceu três provas nesta temporada, para ir à Renault, que ainda não conquistou pódios desde que voltou à F1 como equipe própria, em 2016.

Marko disse que a Red Bull ofereceu a Ricciardo tudo que o piloto pediu na tentativa de mantê-lo, e o próprio australiano admitiu que ficou nervoso quando informou a chefia de que sairia.

Ele telefonou a Marko e a Christian Horner, chefe da Red Bull, na quinta-feira após o GP da Hungria, véspera de seu anúncio na Renault.

Ricciardo disse: “Ele [Marko] me conhece há 10 anos e acho que ele sentiu em algumas vezes alguma frustração, ou talvez algumas mudanças em mim, então não acho que ele tenha ficado completamente surpreso.”

“Ele ficou um pouco decepcionado por eu estar seguindo em frente. Foi bom saber que eu era desejado lá e que eles queriam me manter.”

“Foi tudo calmo e respeitoso, então era tudo o que eu poderia pedir.”

Evitar Verstappen ou Honda não motivou decisão

Em meio aos fatores que Ricciardo teve de considerar foi o fato de a Red Bull passar a usar motores Honda na próxima temporada, mesmo que a fabricante japonesa tenha tido um passado recente problemático com a McLaren.

Questionado pelo Motorsport.com sobre o impacto disso em sua decisão, Ricciardo disse: “Nada era muito claro. A Honda ainda precisa se provar lá na frente.”

“Não houve, na verdade, um único fator chave além do fato de eu querer ter uma mudança de cenário. Essa provavelmente foi a maior coisa. Não foi necessariamente pelo motor ou pelo dinheiro.”

Horner afirmou que sentia que Ricciardo não queria mais guiar na mesma equipe que Max Verstappen no futuro.

“’Não’ é a resposta curta”, disse Ricciardo, quando questionado pelo Motorsport.com se precisava sair de perto de Verstappen.

“No que diz respeito à igualdade da equipe, as pessoas pensavam nisso do lado de fora, mas juro que não houve nenhuma preocupação ou sinal disso.”

 

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing

Photo by: Manuel Goria / Sutton Images

Próxima Fórmula 1 matéria
Alonso não descarta retorno, mas vê 2018 como adeus à F1

Previous article

Alonso não descarta retorno, mas vê 2018 como adeus à F1

Next article

Verstappen questiona decisão de Ricciardo de ir para Renault

Verstappen questiona decisão de Ricciardo de ir para Renault
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo Shop Now
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias