Rival veta liberação para Marussia correr com carro antigo

Equipe precisava de decisão unânime para alinhar no GP da Austrália com modelo de 2014, mas Force India barrou

As chances do espólio da Marussia retornar ao grid da Fórmula 1 na temporada 2015 foram diminuídas por um de seus rivais: em reunião do Grupo de Estratégia da categoria, na quinta-feira, a Force India vetou que a equipe disputasse o atual campeonato com um carro do ano passado.

[publicidade] Em processo de insolvência desde o final do ano passado, a equipe teria finalmente encontrado um comprador e pago sua taxa de inscrição para fazer parte do grid neste ano. Contudo, com pouco mais de um mês para a primeira prova, dia 15 de março, na Austrália, solicitou a permissão para utilizar o mesmo carro de 2014.

Como era necessária a aprovação unânime das demais equipes, o veto da Force India significa que a equipe terá de fazer um novo carro se quiser alinhar em Melbourne. O plano da equipe, a partir desta decisão, seria usar uma brecha no regulamento que permite a ausência em três provas e estrear, com um modelo de 2015, somente no GP do Bahrein, dia 19/04.

Na reunião, a Force India foi a primeira a votar, e seu veto encerrou a questão. De acordo com Bob Fernley, chefe substituto da equipe, o pedido da Marussia tinha "problemas de conformidade e carecia de substância. Por exemplo, não havia detalhes sobre quem seriam os compradores e qual seria a estrutura operacional", justificou.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias