Rivalidade com Rosberg é saudável para a F1, diz Hamilton

Tricampeão da Fórmula 1 fala de sua relação com o alemão e diz que não há problema que não possa ser resolvido entre eles

O britânico Lewis Hamilton disse que a atual rivalidade com seu companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, é benéfica para a categoria e não afeta a relação pessoal. Após o GP de Abu Dhabi, que encerrou a temporada, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que a tensão entre os pilotos poderiam forçar a equipe a separá-los.

"As coisas estão bem como estão. Toto Wolff (chefe da equipe) tem feito um grande trabalho administrando a situação. Eu acho que os cabelos mais cinzentos que ele tem foram nossa cortesia", disse Hamilton durante o evento Mercedes Stars and Cars em Stuttgart.

"A rivalidade com Nico é saudável para a Fórmula 1 e leva muita energia positiva para a equipe. É uma coisa natural. Você quer ter certeza de que você está em um ambiente forte e que a nossa equipe é vencedora. Ambos querem que a Mercedes sempre esteja na frente", disse o inglês.

Ele acrescentou que, graças à comunicação, os conflitos podem ser evitados. "Nós iremos nos comunicar como temos feito até agora e resolver os problemas à medida que aconteçam. Por enquanto não é necessário porque não há nenhum problema", disse o tricampeão.

O que não mudou em seu discurso é a sua ideia sobre as novas mudanças no carro, na qual acredita que Nico "pareceu se adaptar melhor". No entanto, ele elogia: "Nico fez um excelente trabalho nas últimas corridas".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias