Rivola se afasta da F1 para cuidar de talentos da Ferrari

Até então diretor esportivo da Ferrari na F1, Rivola deixa as operações de pista para comandar programa de jovens talentos da equipe de Maranello

Massimo Rivola, diretor esportivo da Ferrari na Fórmula 1 desde 2009, vai mudar de função dentro do time italiano. Após 12 anos trabalhando diretamente nas pistas da categoria - com passagens por Minardi e Toro Rosso, Rivola foi nomeado chefe do Ferrari Driver Academy, programa de jovens pilotos da equipe de Maranello.

Rivola substitui Luca Baldisseri, que deixa a Ferrari para gerenciar a carreira de Lance Stroll, que passou pelo programa ferrarista antes de se juntar a Williams, no final do ano passado. 

Em uma carta enviada à Ferrari, Rivola se despediu das operações de pista e explicou as razões que o levaram a aceitar o novo desafio como 'caça-talentos'.

"Os rumores que têm circulado há algum tempo são verdadeiros, mas queria que vocês soubessem diretamente de mim o que a Ferrari decidiu: após 18 anos de F1, 12 deles no pitwall, é hora de fazer um pit stop."

"Motivado por um grande desafio profissional ao lado da companhia, decidi cuidar da renovação do Ferrari Driver Academy. O adeus a um piloto simbólico como Jules (Bianchi) foi a faísca de que essa é uma 'missão' real."

"Sou muito grato pela experiência anterior. Tive sorte de poder trabalhar com tantos talentos quando eles eram apenas garotos, como Sebastian (Vettel) e Fernando (Alonso), por exemplo. Imaginar que os campeões da Ferrari no futuro vão crescer na Academia é simplesmente fantástico. Sempre apoiei os jovens pilotos, os ferraristas do futuro, agora temos mais uma ferramenta para fazermos isso juntos", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias