Ron Dennis refuta hipótese de descarga elétrica em acidente e revela desejo de Alonso

Segundo o presidente da McLaren, piloto espanhol pediu para voltar aos testes em Barcelona, mas foi vetado pelos médicos

A McLaren convocou a imprensa nesta quinta-feira, em Barcelona, para dar explicações sobre o acidente de Fernando Alonso no circuito catalão. De acordo com Ron Dennis e Eric Boullier, presidente e diretor de corridas da equipe, respectivamente, o piloto asturiano ficou inconsciente durante vários segundos após o acidente, não antes. Eles descartam a hipótese de que o espanhol tenha sofrido um choque elétrico.

[publicidade]"Fernando estava inconsciente vários segundos depois do impacto. Nada o atingiu diretamente, a perda de consciência se deu como consequência da forte desaceleração que sua cabeça suportou após a colisão", declararam.

Dennis contou que Alonso chegou a pedir para voltar aos testes em Barcelona, mas, apesar de estar bem, foi vetado pela equipe médica que o atendeu no Hospital Geral da Catalunha. A ordem do momento é para que o piloto descanse em sua casa, em Oviedo.

"Ele queria voltar aos testes, porém os médicos disseram que, se quisesse estar seguro, teria que descansar e seguir recomendações médicas", revelou.
Atenta à recuperação do espanhol, a McLaren prefere não estabelecer um prazo para a volta de Alonso às pistas.

"Será quando os médicos disserem que está tudo perfeito", finalizou Dennis.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias