Rosberg: com Hamilton como rival, vantagem atual não é nada

Apesar de invencibilidade em 2016 e vantagem na tabela de classificação, Nico Rosberg não descarta Lewis Hamilton na briga pelo título; para alemão, britânico segue focado, motivado e não desistirá da busca pelo tetra em 2016

Após iniciar a temporada 2016 da Fórmula 1 de maneira dominante, vencendo as três primeiras etapas do ano, Nico Rosberg lidera o Mundial de Pilotos com 75 pontos, 36 a mais do que o vice-líder, que é justamente Lewis Hamilton, companheiro de equipe na Mercedes e atual campeão da categoria.

Em 2014, Hamilton buscou a diferença e virou o jogo contra o alemão, mas a maior vantagem de Rosberg naquele ano foi de 25 pontos. Em entrevista ao site da F1, Rosberg foi questionado se sentia que estava imbatível devido ao início arrasador em 2016. O vice-campeão das duas últimas temporadas não se colocou desta forma e não menosprezou o poder de reação de Hamilton.

"Não me sinto imbatível, muito pelo contrário. Meu companheiro de equipe é Lewis Hamilton, o piloto que esteve no topo nos dois últimos anos. A vantagem que possuo na classificação do campeonato não é nada se você considerar quantos pontos ainda estão em jogo - a diferença é menor do que duas vitórias", disse.

"Contra Hamilton, a batalha sempre será dura. Ele está mais focado e motivado do que nunca e não desistirá da briga", afirmou Rosberg, que também preferiu não cravar que este é o melhor início de temporada desde que entrou na F1.

"É cedo para afirmar qualquer coisa. Foram três ótimas corridas para mim, mas estamos falando da temporada mais longa da história da F1, com 21 etapas. Ainda restam 18 pela frente, seria prematuro dizer algo neste sentido", disse.

"Claro que estou feliz com o que aconteceu até agora, estou me sentindo bem e o carro é bom, mas não quero ir além disso. Penso em uma corrida de cada vez, não penso no futuro", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias