Rosberg diz que não conseguiu avisar chefe pessoalmente

Piloto alemão admite que teve de ligar para Toto Wolff para avisar sobre sua intenção de se retirar da F1 após título mundial

Aposentado da Fórmula 1 após vencer o título mundial deste ano na última semana em Abu Dhabi, Nico Rosberg disse que não conseguiu falar pessoalmente para seu chefe na Mercedes, Toto Wolff, que havia optado por se desligar do time depois da conquista.

O alemão disse que teve de telefonar para o austríaco para comunicar sua decisão.

"Foi muito difícil", admitiu Rosberg. "Eu não pude falar com ele pessoalmente, tive que ligar para ele. Foi muito intenso, especialmente depois de três horas de sono."

Wolff disse que as razões de Rosberg para deixar o esporte o convenceram de que sua mente estava feita.

"Foi um momento muito difícil. Passamos um dia na Malásia, com muitas pessoas gritando o nome de Nico - algo que eu nunca tinha visto. Foi inacreditável.”

"Nós fomos de Kuala Lumpur para Cingapura e de Cingapura para Frankfurt. Depois tivemos algumas discussões emocionais e estava muito claro que ele não tinha dúvidas sobre sua decisão.”

Rosberg revelou que seus pensamentos sobre deixar a Fórmula 1 começaram quando ele ganhou o GP do Japão, uma vitória que significava que ele não precisaria mais ganhar novamente para garantir o título.

"Quando ganhei a corrida em Suzuka, a partir do momento em que o destino do título estava nas minhas mãos, a grande pressão começou e eu comecei a pensar em terminar minha carreira se me tornasse campeão do mundo."

"Na manhã de domingo em Abu Dhabi, sabia que poderia ser a minha última corrida e esse sentimento limpou minha cabeça antes da largada. Eu queria desfrutar de cada parte da experiência, sabendo que poderia ser a última vez... e então as luzes se apagaram e eu tive as mais intensas 55 voltas da minha vida. Eu tomei minha decisão na noite de segunda-feira. Depois de refletir por um dia, as primeiras pessoas para quem eu contei isso foram Vivian e Georg (Nolte, da equipe de gerenciamento de Nico), seguido por Toto (Wolff, chefe da Mercedes)."

Reportagem adicional Jonathan Noble

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias