Rosberg escapa de punição e Alonso ironiza a decisão

Comissários consideraram que alemão não fez nada de errado em manobras com espanhol e com Lewis Hamilton

Rosberg manteve a quinta posição

Passadas mais de quatro horas do final do GP do Bahrein, os comissários decidiram não punir Nico Rosberg pelos incidentes envolvendo Lewis Hamilton e Fernando Alonso durante a corrida. Ambos os pilotos tiveram de ir para fora da pista quando tentaram ultrapassar o alemão, em manobras bastante semelhantes.

De acordo com a FIA, as análises da telemetria e do replay mostram que Rosberg não moveu seu carro de maneira brusca e nem fez o movimento de defesa quando Hamilton ou Alonso tinham colocado o carro de lado.

Os comissários também consideraram que Rosberg se manteve dentro dos limites da pista, dando a entender que Hamilton e Alonso optaram por ir por fora para completar a manobra. “Em mais da metade da distância em que o carro número 8 (Rosberg) percorreu na manobra de levar o carro à direita, tanto o carro número 4 (Hamilton) quanto o número 5 (Alonso) estavam atrás dele.”

Com isso, o piloto da Mercedes manteve-se na quinta colocação na prova, com o ferrarista em sétimo e o piloto da McLaren em oitavo.

Alonso não gostou da decisão e fez um protesto em forma de brincadeira via twitter. "Acho que vocês vão se divertir nas próximas corridas! Agora pode defender como quiser e ultrapassar por fora da pista! Curtam!” Após a corrida, o espanhol havia dito que considerava a punição como certa. "Se, ao invés de área de escape, ali houvesse um muro, não tenho certeza se estaria aqui para falar sobre o que aconteceu."

Alonso, por sua vez, não foi punido por ter sido liberado pela Ferrari de maneira perigosa, em sua terceira parada, quando saiu no pitlane bastante próximo a Perez.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Fernando Alonso , Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias