Rosberg espera que a Mercedes se adapte ao traçado na Itália

Depois de sofrer em Spa-Francorchamaps, equipe Mercedes confia que pacote específico para Monza funcione bem

O final de semana de GP da Bélgica pode ter sido carregado de problemas para a Mercedes, que não conseguiu se classificar entre os 10 com Michael Schumacher e sofreu a segunda quebra de câmbio em três provas com Nico Rosberg, mas o alemão acredita que a performance no GP da Itália será mais positiva.

“Depois de um final de semana difícil em Spa, acredito que nosso carro estará muito mais adaptado ao circuito de alta de Monza”, garantiu Nico. “Também teremos um pacote diferente para as longas retas com o baixo downforce requerido. Vamos continuar melhorando o carro e estou muito positivo com as notícias vindas da fábrica.”

Depois de lutar pelo pódio em seu 300º GP, na Bélgica, mas terminar em sétimo após a estratégia de uma parada não funcionar, Schumacher prefere não prometer uma grande performance na Itália. Ao invés disso, relembra os bons momentos que passou em Monza como piloto Ferrari.

“O que me deixa particularmente feliz é que, depois de todos esses anos, os tifosi ainda me recebem com carinho, então queria agredecê-los por isso. Naturalmente, agora estou defendendo o prateado da Mercedes, e espero que possa lutar e ser um rival combativo. Todos na equipe buscam um final de sucesso para a temporada europeia e estão motivados para fazer um bom show em Monza.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias