Rosberg estranha velocidade de reta da Red Bull

Depois de levar mais de seis décimos nos treinos livres, alemão espera duelo apertado com Hamilton

Depois de dominar os treinos livres para o GP da Bélgica ao lado do companheiro de equipe Lewis Hamilton, Nico Rosberg admitiu que a Mercedes é o carro mais veloz em Spa-Francorchamps, mas revelou sua surpresa com a velocidade de um carro que não costuma ser o melhor nas retas, a Red Bull.

[publicidade] “Parece que novamente temos o carro mais veloz aqui, mas é tudo um pouco diferente. Não somos tão rápidos em reta, é algo que temos de trabalhar, mas é interessante ver como isso muda de uma pista para outra. De repente, aqui a Red Bull está veloz em reta em configuração de corrida com muito combustível, o que é estranho. Vamos analisar estas mudanças esta noite. No geral, acho que estamos bem.”

Rosberg iniciou o dia com o melhor tempo, mas foi superado por Hamilton na sessão da tarde por uma ampla margem, de mais de seis décimos de segundo. O duelo entre os dois, que brigam diretamente pelo título, promete.

“Vai ser equilibrado como sempre. Aqui a questão do pneu permite que você trabalhe também pensando em corrida, não só na classificação. E parece que a pista estará molhada amanhã, então vai ser muito interessante.”

Outro desafio para Rosberg foi percorrer a Eau Rouge com os carros deste ano, com menos pressão aerodinâmica. “É gigante! Quando você tem muito combustível e os pneus começam a ficar gastos, especialmente os traseiros, escorrega cada vez mais até que chega ao ponto em que não dá mais para fazer de pé embaixo. Até ano passado você fazia de tranquilamente de pé embaixo, mas agora não é tão simples assim. É interessante, você precisa ser totalmente preciso e ligeiramente tirar o pé do acelerador. É legal.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias