Rosberg quebra recorde de Rubinho e faz a pole do GP do Brasil

compartilhar
comentários
Rosberg quebra recorde de Rubinho e faz a pole do GP do Brasil
Por: Julianne Cerasoli
8 de nov de 2014 15:28

Terceiro, atrás de alemão e Hamilton, Felipe Massa fez sua melhor classificação em Interlagos desde 2008

Cravando a pole position mais rápida da história de Interlagos, Nico Rosberg fez valer a vantagem que teve em cima de Lewis Hamilton por todo o final de semana e larga na Frente do GP do Brasil. O inglês chegou a ameaçar o companheiro na última tentativa e fez a pole provisória, mas o alemão reagiu com o cronômetro zerado.

Depois de fazer uma boa primeira tentativa no Q3 e ficar a menos de um décimo da pole, Felipe Massa errou em sua última volta rápida, a exemplo do companheiro Valtteri Bottas, e larga em terceiro, ao lado do finlandês, na segunda fila.

O tempo de 1min10s023 obtido por Rosberg é o novo recorde para uma pole position no GP do Brasil, meio segundo melhor do que a marca anterior, conquistada por Rubens Barrichello, de Ferrari, em 2004. O brasileiro, contudo, segue sendo o dono do melhor tempo já feito no circuito, dentro da primeira parte da mesma sessão: 1min09s8. O GP do Brasil tem largada às 14h pelo horário de Brasília.

Q1

[publicidade] Com o céu nublado, os pilotos saíram logo para a pista e as Mercedes logo ditaram o ritmo, andando na casa de 1min10s3 logo de cara, com Rosberg à frente. Mesmo reclamando veementemente da Ferrari – “como você me mandaram para a pista com a bateria descarregada?” – Alonso chegou a fazer o terceiro tempo, sendo superado pelas McLaren com menos de cinco minutos restantes. No final, Massa e Bottas se colocaram em terceiro e quarto.

O maior drama, contudo, era da Red Bull, com Ricciardo em 14º e Vettel em último. Porém, os dois conseguiram passar para a segunda fase da classificação, deixando de fora as duas Lotus, além de Sergio Perez e Jean-Eric Vergne, que vive um final de semana complicado depois de praticamente não ter treinado na sexta-feira. Porém, o francês assumiu a culpa, dizendo que treino dele “foi horrível”. Como Perez sofreu uma punição por ter batido em Sutil no GP dos Estados Unidos, larga em último.

Q2

Rosberg continuou sendo o mais rápido na segunda parte da classificação, com Hamilton quatro décimos mais lento. A torcida brasileira em Interlagos vibrou quando Massa passou em terceiro, mas Bottas o superou segundos depois por um décimo.

Após metade do Q2, Ricciardo, Kvyat, Sutil e Gutierrez estavam na lista dos eliminados, sendo que apenas o mexicano havia marcado tempo. Isso ajudava pilotos como a dupla da Ferrari, Vettel e Hulkenberg, que estavam na parte de baixo do top 10.

Kvyat acabou não saindo mesmo, até porque já sabia que perderia 7 posições no grid por uma punição remanescente dos EUA, quando trocou peças do motor. O russo foi eliminado ao lado das Sauber e de Hulkenberg, com Alonso se salvando por três décimos. E a torcida ainda teve mais um momento de vibração quando Massa retornou à pista para fazer o segundo tempo.

Q3

Na briga pela pole, Rosberg abaixou em dois décimos seu tempo, fazendo 1min10s1 e viu Hamilton ficar a 3 centésimos. Dando a pinta de que a Williams vinha forte, Bottas, mesmo errando no segundo setor, ficou a pouco mais de dois décimos da Mercedes. E Massa confirmou essa tendência ao cravar o terceiro tempo a 81 milésimos de Rosberg.

Após as primeiras tentativas, Button fez o quinto tempo, seguido de Magnussen, Vettel, Ricciardo e as Ferrari, que só marcaram tempo com dois minutos para a final da sessão. Raikkonen chegou a subir para sétimo, mas fechou o treino apenas em décimo. Alonso, por sua vez, ficou com o oitavo tempo, à frente de Ricciardo.

Na briga pela pole, Hamilton fez um excelente último setor em sua tentativa final e abaixou o tempo de Rosberg, mas o alemão deu a resposta e conseguiu a primeira posição por 33 milésimos. Felipe Massa foi o terceiro, sua melhor posição de largada no GP Brasil desde a pole de 2008.

Resultado da classificação do GP do Brasil

1. Nico Rosberg Alemanha Mercedes-Mercedes 1m 10.023s 
2. Lewis Hamilton Grã-Bretanha Mercedes-Mercedes 1m 10.056s 
3. Felipe Massa Brasil Williams-Mercedes 1m 10.247s 
4. Valtteri Bottas Finlândia Williams-Mercedes 1m 10.305s 
5. Jenson ButtonGrã-Bretanha McLaren-Mercedes 1m 10.930s 
6. Sebastian Vettel AlemanhaRed Bull-Renault 1m 10.938s 
7. Kevin Magnussen Dinamarca McLaren-Mercedes 1m 10.969s 
8. Fernando AlonsoEspanha Ferrari-Ferrari 1m 10.977s 
9. Daniel Ricciardo Austrália Red Bull-Renault 1m 11.075s 
10. Kimi Raikkonen Finlândia Ferrari-Ferrari 1m 11.099s 

11. Esteban Gutierrez México Sauber-Ferrari 1m 11.591s 
12. Nico Hulkenberg Alemanha Force India-Mercedes 1m 11.976s 
13. Adrian Sutil Alemanha Sauber-Ferrari 1m 12.099s 
14. Daniil Kvyat Rússia Toro Rosso-Renault Sem tempo [PUNIDO]

15. Romain Grosjean França Lotus-Renault 1m 12.037s 
16. Jean-Eric Vergne França Toro Rosso-Renault 1m 12.040s 
17. Sergio Perez México Force India-Mercedes 1m 12.076s [PUNIDO] 
18. Pastor Maldonado Venezuela Lotus-Renault 1m 12.233s 
Próxima Fórmula 1 matéria
Rosberg supera tempo de pole de Rubinho de 2004 no 3º treino

Previous article

Rosberg supera tempo de pole de Rubinho de 2004 no 3º treino

Next article

Após melhor treino em seis anos, Massa quer desafiar as Mercedes

Após melhor treino em seis anos, Massa quer desafiar as Mercedes
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias