Rosberg receberá motor com upgrade para GP de Cingapura

Nico Rosberg tenta diminuir diferença para o companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que lidera o campeonato

O alemão foi obrigado a retornar para uma versão antiga do motor Mercedes para o GP da Itália, após um vazamento no seu sistema de refrigeração causar problemas no último treino. Ele sofreu com outro defeito com a unidade de potência antiga, que foi alocada para a prova, o que custou-lhe um pódio.

Análises iniciais no motor com upgrade removido em Monza mostraram que ele poderia ser usado novamente, no entanto a equipe não sabe se a sua performance pode ser sido afetada, ou se pode haver algum problema de durabilidade.

O motor deve ser ligado novamente durante o GP de Cingapura, para que questões técnicas sejam analisadas mais a fundo. Após essa avaliação é que será decidido se a unidade de potência será utilizada novamente em algum momento da temporada.

É possível que o motor seja utilizado durante os treinos livres, mas é improvável que a equipe arrisque em usar o equipamento durante a prova.

O novo motor que Rosberg usará em Marina Bay é o quarto de 2015. Com sete corridas para o fim da temporada, ele precisará de no mínimo mais dois para o restante das provas.

Então, se a unidade de Monza não tiver condições de corrida, o alemão deve estourar o limite de cinco motores por temporada, o que ocasionará uma penalidade no grid de classificação nas últimas provas.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pista Singapore Street Circuit
Pilotos Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias