Rosberg: reclamações de Hamilton são “como elogio”

Campeão de 2016 afirma que declarações do inglês sobre relação difícil que tiveram na Mercedes o faz ver que ambos tiveram rivalidade genuína nas pistas

Campeão da F1 em 2016, Nico Rosberg afirmou que encarou como elogio as declarações de seu antigo companheiro de equipe, Lewis Hamilton, de que a relação entre eles era negativa.

Rosberg e Hamilton tiveram três temporadas consecutivas de conflitos internos pelo título da F1, entre 2014 e 2016, o que criou problemas para eles próprios e a Mercedes.

Hamilton, agora tetracampeão mundial, indicou que a aposentadoria repentina de Rosberg havia lhe ajudado a atingir um outro nível, já que a saída do alemão melhorou o clima dentro da Mercedes.

Quando questionado sobre o assunto, Rosberg disse ao Motorsport.com: “Vou te ler uma declaração de Lewis Hamilton: ‘Quando você tem dois pilotos fortes dentro da equipe como tínhamos, bem, quando a batalha é interna, é como se um furacão forte passa e fica preso dentro da sala’.”

“Essa é uma declaração de Lewis e encaro isso como elogio!”

Rosberg insinuou que Hamilton teria outra opinião se tivesse vencido a disputa pelo título em 2016.

“Eu venci, então posso imaginar que aquilo não tenha sido tão positivo [para ele]. Eu estaria dizendo o mesmo se tivesse perdido no ano passado”, acrescentou.

“Eu acho isso muito positivo. Fomos, provavelmente, a dupla mais bem sucedida da história da F1 dentro da pista.”

“Estávamos nos esforçando ao nível máximo. Claro que não é fácil, mas é isso que faz as coisas andarem e deixa a motivação alta. Para mim, foi algo amplamente positivo.”

“Claramente foi uma situação extremamente intensa e desafiadora, mas é aí que as maiores recompensas aparecem. E foi contra Lewis, que está reescrevendo os livros de recordes.”

“Ficar à sua frente foi recompensador demais, e tudo isso apareceu junto com o fato de eu estar absolutamente satisfeito com minha carreira, porque o fim foi perfeito para mim.”

Muito foi dito acerca da difícil relação entre os dois enquanto companheiros de equipe, com Hamilton e Rosberg tendo sido amigos e rivais durante a infância no kart.

Rosberg afirmou que está aberto a ter conversas “normais” com Hamilton novamente, agora que eles não são mais competidores.

“O fato é que eu não sou mais um competidor e forma alguma. É uma situação diferente, já que estou 100% fora”, disse Rosberg.

“Isso muda muitas coisas, e, portanto, não vejo por que, com o tempo, não podemos ter conversas novamente, de uma forma normal.”

“Sempre tive muito respeito por ele. Não tenho nada contra ele, ele era apenas um competidor, e, assim, naturalmente haveria essa situação difícil, mas o respeito sempre esteve lá.”

“Eu ainda o respeito como pessoa e piloto de corrida – sempre respeitei e sempre respeitarei. Isso sempre permaneceu e assim permanece desde que tínhamos 14 anos de idade.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias