Rosberg resiste a pressão de Hamilton e vence; Massa é pódio

Mesmo com punição, brasileiro fechou o GP do Brasil no pódio; vantagem de Hamilton cai para 17 pontos

Em uma prova emocionante do começo ao fim, Nico Rosberg resistiu aos ataques de Lewis Hamilton e venceu o GP do Brasil, interrompendo a série de cinco vitórias do inglês. O brasileiro Felipe Massa foi o terceiro, em seu quinto pódio em Interlagos. Com o resultado, a vantagem de Hamilton na liderança do campeonato caiu para 17 pontos.

[publicidade] A largada foi limpa e no final da primeira volta, Rosberg mantinha a ponta, seguido de Hamilton, Massa, Bottas, Button, Magnussen, Alonso, Vettel, Ricciardo e Gutierrez. O alemão da Red Bull saiu mal da curva 4 e foi ultrapassado pelo dinamarquês e pelo espanhol.

Com um ritmo mais lento, Alonso passou a segurar as Red Bull, enquanto Massa foi o primeiro dos ponteiros a fazer sua parada, na volta 6. O brasileiro foi seguido por Bottas e Button na volta seguinte. Antes da prova, a recomendação da Pirelli era que os pilotos antecipassem ao máximo o primeiro pit stop e fizessem outros 3 stints com o pneu médio.

As voltas seguintes foram um festival de paradas, com Hamilton aproveitando para encostar em Rosberg após as provas de ambos. Enquanto isso, Massa foi punido com o stop and go de 5s por excesso de velocidade no pit lane. A punição foi cumprida na segunda parada do brasileiro.

Os pilotos que largaram com pneus médios e demoraram a parar começaram a interferir na prova. Rosberg conseguiu colocar Kvyat entre ele e Hamilton e respirou um pouco, enquanto a liderança era de Hulkenberg. O alemão foi ultrapassado por Rosberg na volta 13. Dois giros depois, foi a vez de Hamilton retornar a sua posição de antes das paradas, mas agora 2s4 atrás do líder.

Com a temperatura do asfalto superando os 50ºC, os pilotos tinham dificuldade em cuidar dos pneus e a dupla da Mercedes reclamava do comportamento do carro. Melhor para Hamilton, que abaixou a diferença para 1s2 na volta 24, ao mesmo tempo em que Vettel era o primeiro do top 10 a parar. Massa fez o segundo pit no giro seguinte, pagando sua punição. O brasileiro foi seguido por Rosberg, com Hamilton entrando na apenas na 28, após registrar a volta mais rápida e, logo depois, rodar na Curva do Sol. Com isso, o inglês perdeu terreno e voltou à pista 7s4 atrás do líder.

A segunda rodada de pit stops também foi complicada para Bottas, que ficou parado por mais tempo, aparentemente, por um problema no cinto de segurança. O finlandês perdeu posições para Button, Magnussen, Alonso e Ricciardo. Assim, Massa continuou como o virtual terceiro colocado após todas as paradas. Quem se deu bem foi Vettel que, ao antecipar a parada, superou Magnussen e Alonso.

Com problemas de freio, Ricciardo abandonou, enquanto Hamilton continuava em sua caça a Rosberg. Na volta 42, a diferença entre os líderes era de 2s9. Massa era terceiro, seguido de Button, Vettel, Magnussen, Alonso, Hulkenberg, Raikkonen e Gutierrez. Quatro giros depois, Alonso superou Magnussen após a reta oposta para ser sexto. Nesse momento, a distância entre Rosberg e Hamilton já era de menos de 2s.

O líder da prova fez sua terceira e última parada na volta 50, assim como Massa, que chegou a se confundir e parar no box da McLaren, mas mesmo com a parada lenta manteve-se na frente de Button. Hamilton fez o pit na seguinte e retornou à pista bem mais próximo, podendo usar o DRS. Usando a vantagem da asa móvel, o inglês conseguia se aproximar nos setores 1 e 3, mas perdia no segundo, mantendo a diferença em 0s5 por diversas voltas.

Mais atrás, Raikkonen se defendeu o quanto pôde dos ataques, primeiro de Button, e depois de Alonso, mesmo com pneus desgastados, tendo feito apenas duas paradas. Porém, foi ultrapassado com três voltas para o fim e terminou em sétimo.

Quem não conseguiu passar foi Hamilton, que não venceu uma corrida pela primeira vez desde o final de agosto. O inglês, contudo, precisa de apenas um segundo lugar para conquistar o título em Abu Dhabi, daqui duas semanas, independentemente do resultado de Nico Rosberg. Caso o inglês não pontue, o alemão precisa de um quinto lugar, no mínimo.

Classificação do GP do Brasil

1. Nico Rosberg Alemanha Mercedes-Mercedes 1hr 30m 02.555s 71 voltas
2. Lewis Hamilton Grã-Bretanha Mercedes-Mercedes +00m 01.4s 
3. Felipe Massa Brasil Williams-Mercedes +00m 41.0s
4. Jenson Button Grã-Bretanha McLaren-Mercedes +00m 48.6s 
5. Sebastian Vettel Alemanha Red Bull-Renault +00m 51.4s 
6. Fernando Alonso Espanha Ferrari-Ferrari +01m 01.9s 
7. Kimi Raikkonen Finlândia Ferrari-Ferrari +01m 03.9s 
8. Nico Hulkenberg Alemanha Force India-Mercedes +01m 10.0s 
9. Kevin MagnussenDinamarca McLaren-Mercedes +1 volta 
10. Valtteri BottasFinlândia Williams-Mercedes +1 volta 
11. Daniil Kvyat Rússia Toro Rosso-Renault +1 volta 
12. Pastor Maldonado Venezuela Lotus-Renault +1 volta 
13. Jean-Eric Vergne França Toro Rosso-Renault +1 volta
14. Esteban Gutierrez México Sauber-Ferrari +1 volta 
15. Sergio Perez México Force India-Mercedes +1 volta 
16. Adrian Sutil Alemanha Sauber-Ferrari +1 volta 
17. Romain Grosjean França Lotus-Renault +8 voltas 

 Abandonou: Daniel Ricciardo Australia Red Bull-Renault 39 voltas completadas
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias