Rosberg revela dúvida sobre desenvolvendo da Mercedes de 2013

Alemão não sabe se é melhor tentar vencer mais corridas nesta temporada ou focar somente no próximo ano

Abandonar o projeto deste ano e focar totalmente em 2014 ou seguir desenvolvendo o carro que ficará obsoleto em três meses? Nico Rosberg revelou que a dúvida atormenta a Mercedes, tentada a continuar apostando no W04 após os sinais de franca evolução das últimas provas.

Mas o problema é que, na próxima temporada, a Fórmula 1 passa por uma extensa alteração de regulamento, capitaneada pela nova unidade de potência, que marca a volta dos motores turbo e a maior influência dos sistemas de recuperação de energia.

“Essa é uma questão difícil. Eu penso de duas maneiras. Primeiramente, acho muito legal ir a um fim de semana de corrida tendo o melhor carro e pensando ‘posso largar na pole e vencer’. É algo muito bom”, disse à Auto Motor und Sport. “Por outro lado, metade de mim pensa que o ano que vem é uma oportunidade enorme por causa de todas as mudanças. Se continuarmos com o carro que temos agora, ainda podemos conquistar algumas coisas com ele.”

Fazendo uma avaliação da primeira metade da temporada, em que venceu duas provas – Mônaco e Grã-Bretanha e conquistou 84 pontos, ocupando a sexta colocação no mundial de pilotos e colaborando para a Mercedes estar na vice-liderança entre as equipes, Rosberg salientou que ainda não é o bastante.

“Nós podemos celebrar algum sucesso. Infelizmente, especialmente por causa dos pneus, não fomos consistentes o bastante. O progresso que tivemos, contudo, é enorme. Mas nosso objetivo é estar onde Sebastian Vettel está.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias