Rosberg se diz “surpreso” com vantagem da Mercedes em Monza

compartilhar
comentários
Rosberg se diz “surpreso” com vantagem da Mercedes em Monza
Pablo Elizalde
Por: Pablo Elizalde
Traduzido por: Gabriel Carvalho
4 de set de 2015 15:44

Alemão afirmou que está satisfeito com carro e que ele e engenheiros estão caminhando “na direção certa” em batalha com Lewis Hamilton

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06 e Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06

Dono do segundo melhor tempo nos treinos livres para o GP da Itália, realizados nesta sexta-feira (4), Nico Rosberg revelou que a Mercedes ficou surpresa com o tamanho da vantagem em relação aos adversários durante o primeiro dia de atividades em Monza.

Lewis Hamilton liderou as duas sessões do dia, com Rosberg em segundo. O rival mais próximo do duo da Mercedes, tanto pela manhã quanto pela tarde, foi Sebastian Vettel. Na primeira atividade, o ferrarista ficou a 1.5s do tempo do britânico. Na sessão vespertina, a desvantagem foi reduzida e, mesmo assim, o melhor tempo de Vettel foi cerca de 0.7s mais lento que o de Hamilton.

"Sim, fomos surpreendidos (com a vantagem). Estamos realmente velozes aqui, estou bastante satisfeito com isso”, disse Rosberg, que reconheceu o melhor ritmo do companheiro de equipe. O alemão destacou os avanços obtidos à tarde e elogiou o trabalho dos engenheiros – na primeira sessão, Rosberg ficou a quase meio segundo de Hamilton; na segunda, a diferença foi de apenas 0.022s.

"Lewis tem sido rápido até agora, mas ficamos muito próximos quando simulamos voltas de classificação. Isso é um bom sinal, significa que estamos caminhando na direção certa. Hoje não fomos os melhores, mas amanhã teremos uma nova tentativa. Como estivemos perto hoje, certamente há uma boa oportunidade para amanhã”, afirmou o vice-líder do campeonato.

Hamilton, por sua vez, também elogiou o ritmo da Mercedes na pista italiana. “Foi um bom dia, pudemos experimentar algumas novidades e o carro se comportou muito bem, o ritmo é bom até agora. Esperamos que isso continue assim”, disse.

Embora a equipe alemã tenha utilizado todos os tokens de desenvolvimento que restavam, Hamilton revelou que não sentiu diferença no desempenho da unidade de potência.

"Continua a mesma coisa. Foram alterações com o objetivo de aperfeiçoar a confiabilidade. O motor passa uma ótima sensação porque é um propulsor fantástico”, concluiu o britânico.

Próxima Fórmula 1 matéria
Após 11º nesta sexta, Nasr crê ter resolvido problemas de freio

Previous article

Após 11º nesta sexta, Nasr crê ter resolvido problemas de freio

Next article

Em 10º na Itália, Felipe Massa crava: “é um bom começo”

Em 10º na Itália, Felipe Massa crava: “é um bom começo”
Load comments