Rosberg vence batalha interna e Massa é quarto na Áustria

Depois de largar na pole, brasileiro consegue seu melhor resultado do ano; Bottas estreia no pódio

Mesmo largando em terceiro e nono lugares, as Mercedes colocaram ordem na casa e garantiram a dobradinha do GP da Áustria. E mais uma vez deu Nico Rosberg na frente, ampliando sua vantagem em cima de Lewis Hamilton no campeonato. Depois de largar na pole, Felipe Massa teve o melhor resultado do ano, com o quarto lugar. Seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas, conquistou o primeiro pódio da carreira, com o terceiro posto.

[publicidade]Com o resultado, Rosberg abriu mais sete pontos na liderança e agora está com 29 a mais que Hamilton.

Felipe Massa largou bem e manteve a ponta, enquanto Nico Rosberg chegou a ultrapassar Valtteri Bottas, mas foi superado pelo finlandês ainda na primeira volta. Mas quem começou muito bem foi Lewis Hamilton, que pulou de nono para quinto na largada, passando Fernando Alonso no final da volta inicial.

Sebastian Vettel apareceu lento e perdeu uma volta, mas sua Red Bull voltou a funcionar normalmente. Depois de cinco voltas, Massa era primeiro, seguido por Bottas, Rosberg, Hamilton, Alonso, Magnussen, Raikkonen, Hulkenberg, Kvyat e Ricciardo. Os quatro primeiros colocados estavam divididos por menos de quatro segundos.

As primeiras paradas começaram na volta 9. Entre os líderes, quem parou primeiro foi Nico Rosberg. Com pista livre, Hamilton começou a andar muito rápido mas, quando fez sua parada, voltou atrás. Felipe Massa respondeu na volta seguinte, mas acabou voltando entre as Mercedes. Aproveitando o embalo, Hamilton ultrapassou o brasileiro na pista. Parando por último, Bottas voltou entre as Mercedes, atrás de Rosberg. Todos ficaram em linha atrás de Sergio Perez, que não havia parado.

Com um problema de freios, Kvyat abandonou após ter um dos melhores finais de semana da carreira. Na ponta, Rosberg ultrapassou Perez na volta 28 e Bottas veio junto. Na volta seguinte, foi a vez de Hamilton, deixando a ‘encrenca’ para Massa. Mas não tivemos uma reedição da briga do Canadá, pois o mexicano fez sua parada.

Rosberg começou a andar mais lento e Bottas e Hamilton se aproximaram, com os três separados por menos de 1s5, com Massa um pouco mais atrás.

Na volta 40, Hamilton inaugurou a segunda rodada de pit stops. A antecipação funcionou para o inglês superar Bottas e deixar a Mercedes em primeiro e segundo. Com 50 voltas completadas, Rosberg tinha 1s5 de vantagem para Hamilton, seguido por Bottas, Perez, que não tinha feito a segunda parada, Massa, Alonso, Button, Magnussen, Hulkenberg e Ricciardo.

Depois de retardar sua segunda parada, Alonso voltou andando rápido e se aproximou de Massa, entrando na zona de DRS com 10 voltas para o final, mas o espanhol não conseguiu se manter próximo. Na ponta, Hamilton tentou uma aproximação nas cinco voltas finais, mas acabou chegando a 1s9 do companheiro.

Assim, o primeiro GP da Áustria em 11 anos teve a vitória de Nico Rosberg, seguido por Hamilton, Bottas, Massa, Alonso, Perez, Magnussen, Ricciardo, Hulkenberg e Raikkonen. A Fórmula 1 volta em duas semanas, no GP da Grã-Bretanha.

Classificação do GP da Áustria

1. Nico Rosberg (Mercedes-Mercedes) 1hr 27m 54.976s
2. Lewis Hamilton (Mercedes-Mercedes) +1.9s
3. Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) +8.1s
4. Felipe Massa (Williams-Mercedes) +17.3s
5. Fernando Alonso (Ferrari-Ferrari) +18.5s
6. Sergio Perez (Force India-Mercedes)               +28.5s
7. Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) +32.0s
8. Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault) +43.5s
9. Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) +44.1s
10. Kimi Raikkonen (Ferrari-Ferrari) +47.7s
11. Jenson Button (McLaren-Mercedes) +50.9s
12. Pastor Maldonado (Lotus-Renault) +1 volta
13. Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) +1 volta
14. Romain Grosjean (Lotus-Renault) +1 volta
15. Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) +2 voltas
16. Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) +2 voltas
17. Max Chilton (Marussia-Ferrari) +2 voltas
18. Marcus Ericsson (Caterham-Renault) +2 voltas
19. Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) +2 voltas

Abandonaram:
Jean-Eric Vergne
Sebastian Vettel
Daniil Kvyat
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias