Rosberg vence fácil e Massa capota na primeira volta na Alemanha

Corrida foi marcada por grandes lutas, com destaque para Hamilton, que saiu do fim do pelotão para ser 3º

Brigas por posições marcaram o GP da Alemanha do começo ao fim, mas ninguém chegou nem perto de Nico Rosberg, que venceu com facilidade e ampliou sua vantagem no campeonato. Seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, até que tentou se recuperar após largar do final do pelotão, mas parou no terceiro lugar. Valtteri Bottas superou a pressão do inglês nas voltas finais para ser segundo com a Williams.

[publicidade]A outra Williams, de Felipe Massa, ficou ainda na primeira curva, após uma capotagem espetacular como resultado de um contato com a McLaren de Kevin Magnussen. O brasileiro saiu caminhando normalmente de seu carro.

Nico Rosberg largou muito bem, com as Williams brigando pela segunda posição. Kevin Magnussen largou melhor que os dois e tentava colocar por dentro na primeira curva quando tocou sua roda traseira com o carro do brasileiro, que capotou. Foi a terceira vez que Massa se acidentou em uma primeira volta de corrida nesta temporada. Os comissários chegaram a investigar o incidente, mas decidiram não punir nenhum dos dois pilotos.

Evitando a batida, Daniel Ricciardo perdeu muito terreno, caindo para o final do pelotão, junto de Lewis Hamilton. Salvando-se do incidente, Vettel se colocou em terceiro, seguido por Alonso, Hulkenberg, Button, Perez, Kvyat, Raikkonen e Sutil.

Com seis voltas completadas, Hamilton já era o 13º, com Ricciardo logo à sua frente. Quando a dupla superou Sutil, o piloto da Sauber chegou a tocar a Mercedes, mas sem maiores consequências.

Na briga entre Kvyat e Perez, outro toque. O russo tentava passar o mexicano por fora, mas não deixou espaço e foi tocado pela Force India, rodando e saindo da briga. Perez passou a segurar um grupo com Raikkonen, Ricciardo e Hamilton. A luta foi intensa, com Ricciardo conseguindo superar a Ferrari. Duas voltas depois, Hamilton conseguiu uma incrível ultrapassagem dupla em Kimi e Daniel. Em 14 voltas, o inglês já era o quinto.

Os líderes começaram a parar. Alonso chegou ganhar terreno em cima de Vettel ao parar uma volta antes, mas os dois encontraram Raikkonen no meio do caminho e o alemão usou o finlandês para superar ambas as Ferrari, em outro grande duelo.

Como Hamilton largou com os pneus macios e demorou para fazer a primeira parada, logo apareceu em segundo, com 1s4 de vantagem para Bottas. O finlandês era seguido por Vettel, Alonso, Hulkenberg, Button, Ricciardo, Magnussen e Vergne.

Na volta 27, Hamilton fez sua primeira parada e voltou abrindo caminho. O inglês chegou a perder parte de sua asa dianteira após um toque com Button, mas continuou na pista.

A segunda rodada de pit stops começou com Alonso na volta 33, antecipando sua parada para ultrapassar Vettel, o que o espanhol conseguiu na pista, quando o alemão saiu dos boxes. Com as paradas, Hamilton subiu para terceiro, mantendo um bom ritmo mesmo com os danos na asa dianteira. Enquanto isso, na briga pela quarta posição, Alonso e Vettel superaram Hulkenberg.

Após a segunda parada, Hamilton colocou supermacios para  e voltou à pista no quinto lugar, a oito segundos de Vettel. O inglês passou a adotar um ritmo alucinante. O alemão rapidamente fez sua parada, enquanto Alonso seguiu na pista e logo foi superado por Hamilton, que voltou ao terceiro lugar.

Aproveitando uma bandeira amarela dupla por uma rodada de Sutil, Hamilton parou para colocar mais um jogo de supermacios, com 16 voltas para o final. Já a opção da Ferrari foi atrasar ao máximo a parada e Alonso trocou os pneus com 11 voltas para o fim, voltando à pista abrindo caminho. O espanhol passou Hulkenberg, Button e depois travou uma grande batalha com Ricciardo, que se defendeu muito bem. O espanhol conseguiu fazer a ultrapassagem com 5 voltas para o fim.

Mais na frente, Hamilton atacava Bottas, mas não conseguiu ultrapassar o finlandês. Com tranquilidade, Rosberg venceu, seguido por Bottas, Hamilton, Vettel, Alonso, Ricciardo, Hulkenberg, Button, Magnussen e Perez.

Com o resultado, Rosberg agora tem 14 pontos de vantagem para Hamilton. A próxima etapa será já no próximo final de semana, na Hungria.

Confira o resultado:

1. Nico Rosberg  Mercedes  1h33m42.914s
2. Valtteri Bottas  Williams-Mercedes  +20.789s  
3. Lewis Hamilton  Mercedes  +22.530s  
4. Sebastian Vettel  Red Bull-Renault  +44.014s  
5. Fernando Alonso  Ferrari  +52.467s  
6. Daniel Ricciardo  Red Bull-Renault  +52.549s  
7. Nico Hulkenberg  Force India-Mercedes  +1m04.178s
8. Jenson Button  McLaren-Mercedes  +1m24.711s
9. Kevin Magnussen  McLaren-Mercedes  +1 volta
10. Sergio Perez  Force India-Mercedes  +1 volta
11. Kimi Raikkonen  Ferrari  +1 volta
12. Pastor Maldonado  Lotus-Renault  +1 volta
13. Jean-Eric Vergne  Toro Rosso-Renault  +1 volta
14. Esteban Gutierrez  Sauber-Ferrari  +1 volta
15. Jules Bianchi  Marussia-Ferrari  +1 volta
16. Kamui Kobayashi  Caterham-Renault  +2 voltas
17. Max Chilton  Marussia-Ferrari  +2 voltas
18. Marcus Ericsson  Caterham-Renault  +2 voltas
 
Abandonos
 
Felipe Massa  Williams-Mercedes  47 voltas
Daniil Kvyat  Toro Rosso-Renault  44 voltas
Romain Grosjean  Lotus-Renault  26 voltas
Adrian Sutil  Sauber-Ferrari  0 voltas
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias