Ross Brawn descarta chance de retorno à Ferrari é à F1

Engenheiro inglês afastou qualquer rumor de retorno à categoria máxima do automobilismo

Brawn negou qualquer chance de voltar à F1
A saída de Luca di Montezemolo da Ferrari abriu o precedente para os boatos. Um dos nomes cogitados para assumir a presidência da equipe vermelha era Ross Brawn, mas essa possibilidade durou pouco. O ex-chefe tratou de negar qualquer chance de voltar a Maranello ou até mesmo para a Fórmula 1.
 
[publicidade] “Estou com uma vida muito diferente neste ano e gostando disso. Estou determinado a não regressar a um trabalho ‘full-time’”, declarou Ross Brawn, em entrevista à revista ‘Auto Motor und Sport’.
 
O nome de Ross Brawn acabou ligado à Ferrari no início do ano, quando o engenheiro visitou a sede da escuderia, em Maranello. Brawn foi diretor técnico da Ferrari entre 1996 e 2006.
 
“Foi uma visita de natureza privada. Desde então não existiu nenhuma negociação, nunca pensei nesse sentido”, garantiu Ross.
 
Depois da vitoriosa passagem pela Ferrari, na qual ‘comandou’ os cinco títulos de Michael Schumacher na escuderia, Brawn virou chefe da Honda, da Brawn GP, equipe que criou, e Mercedes.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias