Ross Brawn quer Mercedes falando a ‘língua dos pneus’

Apesar de uma vitória e mais dois pódios, equipe alemã vem perdendo rendimento. Brawn ainda busca compreender os pneus

Ross quer equipe entendendo os pneus

 

A Mercedes já ganhou corrida, conquistou pódios com seus dois pilotos, mas nas últimas três provas teve desempenhos bem discretos, não passando do sétimo lugar. O maior problema do time desde o começo do ano tem sido entender o comportamento dos pneus.

“Acho impossível alguém ficar totalmente fluente em ‘pneulês’ ou entender completamente um carro de corrida e saber 100% como vencer uma etapa. Não que seja um acaso, mas existe um percentual, um caminho a seguir e estou incentivando o meu time a olhar para a dificuldade com os pneus como se fosse uma oportunidade e não um problema. Iremos entender melhor os pneus em breve e estaremos mais competitivos”, acredita Brawn. “Não é uma ciência exata, mas é algo desafiador e bem interessante”, completou.

Atualmente a Mercedes ocupa a quinta colocação entre os construtores, com 106 pontos. Tem uma boa margem para a Sauber, a sexta colocada, mas está bem distante da quarta colocação, que hoje é da Ferrari. “Vencemos uma corrida esse ano e temos mais pontos do que no mesmo período do ano passado, então estamos satisfeitos com algumas conquistas. Mas é claro que o quinto lugar nos construtores não é nossa meta. Queremos mais e para isso precisamos de um carro melhor. Mas estou confiante que estaremos mais forte nessa segunda metade do campeonato”, definiu Brawn.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias