Rubens admite erro e diz: "Podemos sair daqui sorrindo"

compartilhar
comentários
Rubens admite erro e diz:
Por: Felipe Motta
26 de mar de 2011 06:33

Veterano da Williams classifica Red Bull como "fenômeno" e acha muito difícil fazer uma corrida com apenas duas paradas

Barrichello:

"Foi um simples erro de cálculo e essas coisas acontecem". Desta forma, Rubens Barrichello classificou a rodada que o tirou da classificação do GP da Austrália na segunda parte.

Quando abriu sua volta rápida, o brasileiro da Williams encostou a roda na grama antes da freada para a curva 3, perdendo o controle do carro, rodando e atolando na brita. "Achei que a rodada não me levaria a brita. Quando vi, já tinha ido", relata, em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

"Não tem muito para falar. Tivemos problemas de câmbio pela manhã e ficamos muito tempo parados nos boxes. Na pista, o carro estava diferente, com problemas no Kers e a roda travando. Foi uma pena, esperava estar entre os dez", lamenta o piloto de 38 anos, que classificou a Red Bull como um "fenômeno".

"Não sei o que era possível fazer, uma vez que todos estavam em um ritmo forte. A Red Bull foi um fenômeno. De resto, a McLaren foi uma surpresa e a Ferrari não foi bem. Mas tem gente forte, como a Sauber e a Renault. A situação da Red Bull está muito confortável, mas muita coisa vai acontecer. Tem um calor enorme chegando da Malásia e o uso dos pneus será diferente. Amanhã, vamos aprender realmente como funcionam as coisas."

Barrichello aposta no jogo de pneus que economizou com a saída prematura da classificação, e diz que será bem difícil fazer a prova com duas paradas. "Tenho que olhar o lado positivo: sou um dos poucos que tem pneus novos e isso deve ser uma vantagem na saída. Ainda há boa possibilidade de marcar pontos, e o ponto chave está nos pneus. Podemos sair daqui sorrindo."

"Não acho que a gente tem condições de fazer duas paradas, pois os dois pneus estão gastando bem e só a Red Bull deve fazer isso. Não tem como fazer estratégia a não ser andar rápido e realizar as paradas necessárias", completa.

Próxima Fórmula 1 matéria
Webber: nem Senna tirava a mão do volante toda hora

Previous article

Webber: nem Senna tirava a mão do volante toda hora

Next article

Jenson Button: "Felipe Massa é o piloto mais difícil de ultrapassar"

Jenson Button: "Felipe Massa é o piloto mais difícil de ultrapassar"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Rubens Barrichello
Autor Felipe Motta
Tipo de matéria Últimas notícias