Rubinho lembra "boas risadas" e Vettel se diz "chocado" com acidente de Schumi

Internado em estado grave após queda de esqui, heptacampeão recebe apoio de ex-companheiros de pista

As mensagens torcendo pela melhora do estado de saúde de Michael Schumacher, que está internado em estado grave na França com traumatismo craniano e hemorragia cerebral após sofrer uma queda de esqui no último domingo, não param de chegar.

Um dos primeiros a se manifestar foi o brasileiro e ex-companheiro de Schumacher na Ferrari, Felipe Massa, que escreveu em seu twitter. “Estou rezando para Deus te proteger, meu irmão! E que você tenha uma rápida recuperação, Michael.”

Rubens Barrichello, que também foi companheiro do alemão no time italiano, escreveu que “o que importa na vida é lembrar dos bons momentos e das boas risadas. Estou rezando para você.”

Fã confesso do alemão, o tetracampeão Sebastian Vettel se disse chocado com a notícia. “Estou chocado e espero que ele se recupere o mais rápido possível. Desejo muita força para ele e para a família”, afirmou à agência de notícias SID. Pilotos que dividiram as pistas com Schumacher, como Fernando Alonso, Lewis Hamilton, Timo Glock, Jean-Eric Vergne, Martin Brundle, Paul Di Resta, Giancarlo Fisichella, Mark Webber, Jenson Button, Nico Rosberg, Pedro de la Rosa, Nick Heidfeld, Sergio Perez, Adrian Sutil, entre outros, também publicaram mensagens de apoio, várias delas fazendo menção ao espírito lutador de Schumacher e pedindo para que o alemão “vença sua corrida mais dura”.

As duas últimas equipes do heptacampeão na Fórmula 1, a Ferrari e a Mercedes, também se pronunciaram. De acordo com comunicado do time italiano, pelo qual Schumacher conquistou cinco títulos, o presidente Luca di Montezemolo está acompanhando a situação de perto.

“Todos na Ferrari estão ansiosos desde que ouvimos sobre o acidente de Michael Schumacher. Isso inclui o presidente, Luca di Montezemolo, que, por meio do chefe de equipe da Scuderia, Stefano Domenicali, está em constante contato com a família e aqueles próximos ao campeão alemão. Montezemolo ofereceu seu incentivo e apoio neste momento muito difícil, com a esperança de que notícias melhores logo virão.”

Já a Mercedes destacou o “espírito lutador” do alemão, que encerrou sua carreira, ano passando, correndo pelo time. “Os pensamentos e a compaixão de toda a divisão esportiva da Mercedes-Benz e da equipe da F1 estão com Michael, sua família e amigos. Nós ficamos chocados em saber que ele está em uma condição crítica e estamos acompanhando de perto os últimos boletins médicos vindos de Grénoble. Nós todos conhecemos a profundidade do espírito lutador de Michael e enviamos a ele toda nossa força e apoio em sua última batalha. Nós sinceramente esperamos que ele se recupere completamente e esteja conosco novamente em breve.”

Angela Merkel, chanceler da Alemanha, se disse “extremamente consternada” com o acidente. “Como milhões de alemães, a chanceler e os membros do governo ficaram extremamente consternados quando ouviram sobre o grave acidente de Michael Schumacher esquiando”, afirmou Steffen Seibert, porta-voz da primeira-ministra. “Esperamos que Michael Schumacher possa se recuperar das lesões sofridas”, encerrou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher
Tipo de artigo Últimas notícias