Russell: Sucesso de Leclerc na Sauber ajuda jovens como eu

compartilhar
comentários
Russell: Sucesso de Leclerc na Sauber ajuda jovens como eu
Por: Jack Benyon
Traduzido por: Daniel Betting
3 de jul de 2018 16:26

O piloto júnior da Mercedes na Fórmula 1, George Russell, acredita que a performance impressionante de Charles Leclerc com a Sauber está abrindo caminho para que jovens pilotos como ele consigam um assento na F1

Charles Leclerc, Sauber
George Russell, GP3 Champion, Lando Norris, McLaren test driver and Charles Leclerc, F2 Champion
Charles Leclerc, Sauber C37 and Marcus Ericsson, Sauber C37 cross the line
Charles Leclerc, Sauber C37
Second place George Russell, ART Grand Prix
George Russell, ART Grand Prix
George Russell, ART Grand Prix
George Russell, ART Grand Prix, Lando Norris, Carlin, Sergio Sette Camara, Carlin
George Russell, ART Grand Prix

Charles Leclerc ganhou o título da GP3 Series em 2016 e o título da Fórmula 2 no ano passado, antes de ganhar uma vaga na Sauber para a temporada 2018 da Fórmula 1.

George Russell conquistou o título da GP3 do ano passado e assumiu a liderança da F2 na Áustria no último final de semana com uma vitória e um segundo lugar, totalizando quatro vitórias nesta temporada até o momento.

"Acho que os tempos estão mudando um pouco, você tem pilotos como [Max] Verstappen, [Esteban] Ocon e [Charles] Leclerc entrando na F1. Esses caras podem entrar e desafiar os pilotos experientes na pista", disse o piloto de 20 anos.

“Acho que o que Charles está fazendo agora é um ótimo exemplo de quão competitivas são algumas das categorias juniores. Ele venceu a GP3 e depois a F2, e eu ganhei a GP3 no ano passado e atualmente estou liderando a F2.”

"Do meu ponto de vista pessoal, digamos, há um bom exemplo em Charles para mostrar do que ele é capaz e o que estamos fazendo neste ano.”

Leia também:

Russell acrescentou dizendo que, graças às suas oportunidades em testes com a Mercedes e com a Force India, ele sentiu estar pronto para dar o passo adiante se a oportunidade surgir, e que seus resultados recentes poderiam pressionar a Mercedes a encontrar um lugar para ele na F1.

"Se uma oportunidade surgisse com alguém em Silverstone neste fim de semana, eu me sentiria pronto, preparado. Eu realmente fiz um trabalho extensivo de simulador com a Mercedes nos últimos dois anos.”

"Já passei vários dias testando com Mercedes e Force India e me sinto confiante de que posso fazer jus ao desafio.”

"Eu sei que eles acreditam que há potencial em mim ou eles não teriam me contratado como piloto júnior. Eu acho que eles acreditam em mim.”

"Agora, estamos no mais alto nível do automobilismo júnior, são os melhores pilotos jovens do mundo, e isso está pressionando os caras que estão cuidando da minha situação para encontrar algo para mim na próxima temporada."

Russell ficou ofuscado durante grande parte do ano pelo novato da McLaren, Lando Norris, com o presidente-executivo, Zak Brown, dizendo que três equipes da F1 fizeram uma abordagem para dar ao piloto de 18 anos, que liderou a F2 por grande parte da temporada, um assento na F1.

Mas uma mudança de preparação antes de Paul Ricard permitiu ao piloto da ART Grand Prix, Russell, capitalizar a queda do seu compatriota.

"Estamos chegando a cada rodada com o carro muito mais perto de onde queremos. No início do ano, estávamos bem longe nos treinos, acho que meu melhor tempo de treino nas três primeiras rodadas foi quinto”, acrescentou.

"Mudamos o carro e aprendemos o que precisávamos também, e agora podemos começar muito mais perto e fazer pequenas mudanças para otimizar o carro, em vez de ter que fazer grandes modificações."

Next article
Marko: Verstappen mostrou “qualidade de campeão” na Áustria

Previous article

Marko: Verstappen mostrou “qualidade de campeão” na Áustria

Next article

GALERIA: 12 histórias que envolvem Brasil e Bélgica na F1

GALERIA: 12 histórias que envolvem Brasil e Bélgica na F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos George Russell , Charles Leclerc
Equipes Sauber , ART Grand Prix
Autor Jack Benyon