Russos abrem investigação sobre vazamento de óleo

No entanto, promotor da corrida avisa que o incidente não afetou tanto a programação e que o problema "agora é interno"

O primeiro treino livre para o GP da Rússia foi adiado em 30 minutos  enquanto os comissários e equipes do corpo de bombeiros tiveram de limpar parte da pista em Sochi, suja por um vazamento de óleo. 

"(O vazamento) Foi um veículo que estava limpando a pista nesta manhã, mas ao mesmo tempo estava vazando óleo", disse o consultor do circuito de Sochi, Richard Cregan.

"Foi uma situação muito desconfortável, porque as equipes tiveram menos tempo de pista. Houve muito vazamento, e os funcionários fizeram um ótimo trabalho para que tudo estivesse pronto. Mas pedimos desculpas pelo que aconteceu."

Promotor do GP da Rússia, Sergey Vorobyev disse que um comitê irá analisar os detalhes do que aconteceu, embora a programação do dia não tenha sido tão impactada.

"Todas as sessões ocorreram de acordo com a programação, portanto o incidente não foi tão crítico. Mas haverá uma investigação e isso é agora um problema interno."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Tipo de artigo Últimas notícias