Sabine Kehm: "vida privada de Schumacher sempre foi sagrada"

Porta-voz da família de Michael Schumacher explicou silêncio sobre estado de saúde de ex-piloto e ressaltou que a vida pessoal do heptacampeão nunca foi alvo de perguntas e especulações; alemão segue em longo processo de recuperação após acidente...

A porta-voz da família Schumacher, Sabine Kehm, se explicou neste fim de semana sobre a escolha de não dar informações sobre o estado de saúde do heptacampeão de Fórmula 1, Michael Schumacher.
 
"A vida privada de Michael sempre foi e continua a ser sagrada", disse Sabine à revista alemã Süddeutsche Zeitung. O ex-piloto se recupera do acidente de esqui sofrido nas encostas de Meribel, em França, em 29 de dezembro, 2013, no qual ele ficou gravemente ferido na cabeça.
 
O estado de saúde de Schumacher permanece um mistério. Ninguém entre as poucas pessoas que têm a oportunidade de visitar a vila no Lago de Genebra se atrevem a divulgar informações sobre o seu estado de saúde, atendendo a pedidos da família.
 
Sabine Kehm explicou que o silêncio permanece sendo a única opção. "Não vejo alternativa. Como cada frase é a chave para uma nova pergunta, uma nova palavra como ferramenta para obter novas informações e assim seria sempre. Antes do acidente, a vida privada de Michael era sagrada, e todos sempre aceitaram", disse a porta-voz de Michael.
 
Sobre Schumacher, que tem assistência de 24 horas por dia de uma equipe de especialistas e enfermeiros, nunca houve um boletim médico após a sua transferência para a casa. A privacidade é reforçada porque, de acordo com Kehm, "a recuperação de Michael é um processo contínuo."
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher
Tipo de artigo Últimas notícias