Sainz admite estranheza com empréstimo ao estilo “futebol”

compartilhar
comentários
Sainz admite estranheza com empréstimo ao estilo “futebol”
Por: Scott Mitchell
2 de abr de 2018 11:12

Espanhol, piloto da Red Bull que está cedido à Renault, afirma que está focado apenas em render seu melhor na pista: “Todo o resto se encaixa sozinho”

Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team on the drivers parade
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, Fernando Alonso, McLaren MCL33 Renault
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18., leads Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 Tag He
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18., strikes up sparks
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team

Carlos Sainz afirmou que estar sob empréstimo da Red Bull à Renault representa uma situação estranha, já que se trata de uma prática mais comum aos jogadores de futebol do que aos pilotos da F1. 

Piloto protegido da Red Bull, Sainz se transferiu para a Renault nas últimas quatro corridas de 2017, se mantendo na equipe francesa para toda a temporada de 2018. 

Por mais que não seja incomum ver as grandes equipes posicionando seus pilotos em equipes menores, Sainz chegou à Renault como parte do acordo que envolveu as mudanças de motor de McLaren e Toro Rosso no ano passado.

Sainz disse ao Motorsport.com: “Eu não ouço muito sobre pilotos que estão emprestados. É um termo mais de futebol.” 

“É uma situação um pouco estranha. Estou em um caso especial no momento. É por isso que não posso deixar essas coisas entrarem na minha cabeça.”

“Preciso simplesmente fazer o que eu estava fazendo na Toro Rosso, tendo uma boa corrida toda vez que vou à pista, e aí as coisas se encaixam sozinhas, assim como aconteceu na Toro Rosso.”

“Quem teria dito quando eu estive na Toro Rosso que, neste ano, eu estaria na Renault? Ninguém. É uma situação muito especial.”

Como parte do acordo, a Red Bull ainda poderá trazer Sainz de volta se decidir que quer promover o espanhol à sua equipe principal em 2019.

Max Verstappen, ex-parceiro de Sainz na Toro Rosso, já se comprometeu à Red Bull para as duas próximas temporadas, mas o futuro de Daniel Ricciardo é incerto.

Caso Ricciardo renove seu acordo com a Red Bull, Sainz estará livre para se comprometer à Renault como preferir. 

“Eu estou tentando me impressionar – quero dizer que estou ansioso em ter uma temporada completa com uma equipe. Vou deixar tudo aberto e continuar rendendo da forma como vinha fazendo.”

“As coisas vão se resolver sozinhas – normalmente se você rende bem, boas coisas virão.”

Próxima Fórmula 1 matéria
FIA: relação entre Haas e Ferrari é “completamente legal”

Previous article

FIA: relação entre Haas e Ferrari é “completamente legal”

Next article

Liberty estuda modificar formato de fim de semana da F1

Liberty estuda modificar formato de fim de semana da F1

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Carlos Sainz Jr.
Equipes Renault F1 Team
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias