Sainz ainda está aprendendo "pequenos truques" de Hulkenberg

Espanhol diz que ainda está conhecendo alguns truques que impulsionaram seu companheiro de equipe durante os treinos classificatórios

Nico Hulkenberg terminou em sétimo, sexto e sexto nas corridas que abriram a temporada 2018 da F1, enquanto Carlos Sainz conquistou o 10º, 11º e 9º lugares.

O alemão se classificou à frente do espanhol nas três ocasiões, embora Sainz tenha dito que ele estabeleceu a melhor volta da Renault em Melbourne, antes de cair no Q3.

"Com certeza, Nico é muito forte na classificação", disse o espanhol. "Acho que ele sempre esteve. Provavelmente com este carro ainda mais. Ele entende muito bem.”

"Você já pode ver, quando cheguei no time no ano passado, ele tem esses pequenos truques, pequenas coisas que o fazem ir muito rápido no quali, que eu ainda estou descobrindo e me adaptando.”

"Em Melbourne fiquei meio segundo longe dele para o Q2. Nas outras duas corridas, fiquei um pouco atrás, por isso não acho que haja nada com que se preocupar."

Sainz diz esperar que Hulkenberg seja rápido: "Para mim, isso não é surpresa. Ele também tem um ano de experiência com o carro.”

"Ele é um cara muito veloz, e além disso ele é muito experiente. Você pode ver isso, todo o tempo ele está no caminho certo.”

"Eu ainda estou no meu quarto ano, mas ainda aprendo um monte de coisas do carro ao mesmo tempo. E estou me recuperando pouco a pouco.”

"É um ano de 21 corridas. Fizemos três. Em um deles eu fui o carro mais rápido. Então não estou nem um pouco preocupado."

O espanhol admite que teve dificuldades no Bahrein, mas insiste que o quadro é mais brilhante do que os resultados podem sugerir e que ele deu um passo à frente na China.

"Senti que na China estive mais perto de Nico do que no Bahrein.”

"Já passaram três finais de semana. Acho que na Austrália eu era o carro mais rápido, no Bahrein eu estava mais lento, para ser honesto.”

"Na China eu estava apenas a um par de décimos de distância.”

"Mas estou bastante feliz. Chegando lá, ainda aprendendo, ainda não estou 100% feliz com o carro, com a maneira como tenho que guiar para extrair desempenho. Mas isso virá pouco a pouco."

Sainz foi encorajado pelo ritmo do RS18, que era claramente o quarto melhor carro da China, mas ele admite que o desgaste dos pneus nas corridas continua sendo uma preocupação.

"Na classificação, especialmente, sinto que somos muito bons. Em todas as corridas, com o desgaste que temos, há coisas para entender, porque de alguma forma não somos tão competitivos na corrida quanto no quali.”

"Sem o Safety Car, teria sido muito difícil entrar nos pontos com os dois carros [na China], porque tivemos muito desgaste.”

"Precisamos investigar o motivo e continuar melhorando, porque temos um bom carro, mas não tão bom na corrida."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg , Carlos Sainz Jr.
Equipes Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias