Sainz: Estou pronto para o que der e vier

compartilhar
comentários
Sainz: Estou pronto para o que der e vier
Por: Scott Mitchell
8 de ago de 2018 11:37

Espanhol fala da possibilidade de ser companheiro de equipe de Fernando Alonso e de sua trajetória na F1 com os “melhores”’

Carlos Sainz Jr. cresceu vendo o bicampeão mundial Fernando Alonso, que não tem sua continuidade na F1 confirmada para o próximo ano.

Eles estão ligados como possíveis companheiros para a próxima temporada, com Alonso entendendo que a McLaren estará levando Sainz para o time.

Na preparação para o GP da Hungria, antes das férias de verão, Sainz - que desde então tem sido chamado de opção atraente pela McLaren - foi pressionado sobre a perspectiva de uma parceria com Alonso.

Perguntado se ele estava pronto para superar Alonso, Sainz disse: "Eu não sei, porque eu ainda não sei nada sobre isso, ainda não está acontecendo.”

"Estou pronto para vencer qualquer pessoa do grid. Meu espírito, minha competitividade e minha autoconfiança me dizem que posso superar qualquer um.”

“Provavelmente Fernando seria a maior incógnita que você poderia ter no grid, isso é certo.”

"Mas sim, eu me sentiria pronto para qualquer coisa."

Sainz havia brincado, respondendo a uma pergunta anterior sobre se a especulação que o ligava a um lugar na McLaren ao lado de Alonso era verdadeira.

"Você quer uma manchete aqui", disse Sainz. "Não, não posso comentar sobre isso."

Sainz disse que nada mudaria até que a situação se tornasse mais clara na Red Bull, mas poderia ser afetada por Ricciardo, que não assinou um novo contrato.

Isso é exatamente o que surgiu uma semana depois da Hungria, o que significa que Sainz foi forçado a sair da Renault e deve buscar refúgio na Red Bull ou em algum lugar novo.

A perspectiva de guiar ao lado ou substituir Alonso na McLaren é uma noção romântica, dada a proximidade dos dois espanhóis.

Sainz disse ao Motorsport.com no início deste ano que lutar contra Alonso na pista era algo que ele nunca poderia ter imaginado quando começou sua carreira, e acredita que isso promoveu sua educação em corridas.

"Acho que desde que cheguei na F1, comecei ao lado dele em quase todas as corridas, o que é bastante estranho", disse ele.

"É algo que eu não esperava, porque você esperaria que Fernando lutasse por campeonatos mundiais em vez de lutar comigo no meio de grid no começo da minha carreira."

“Mas o que eu sinto particularmente orgulhoso e particularmente feliz é que nesses poucos anos eu fui ensinado pelos melhores. Eu não sinto que estou dirigindo no meio do pelotão.”

“Sinto que estou guiando por títulos mundiais, porque simplesmente estar contra o Fernando em todas as corridas, e também Jenson [Button], quando ele estava na McLaren, tem sido um ótimo sentimento.”

"Isso é o que me faz sentir pronto para o que der e vier."

Próxima Fórmula 1 matéria
Andretti: eu poderia ter desafiado Senna em Donington-93

Previous article

Andretti: eu poderia ter desafiado Senna em Donington-93

Next article

Haas volta foco de desenvolvimento ao carro de 2019

Haas volta foco de desenvolvimento ao carro de 2019
Load comments