Sainz: Hulkenberg venceria “logo de cara” em uma equipe grande

compartilhar
comentários
Sainz: Hulkenberg venceria “logo de cara” em uma equipe grande
Por:
26 de jan de 2019 11:10

Nico Hulkenberg venceria corridas “logo de cara” em uma equipe de ponta na F1, avalia seu agora ex-companheiro de equipe Carlos Sainz.

Hulkenberg foi campeão da “série B” da F1 na última temporada, terminando em sétimo lugar, somente atrás das duplas das três grandes – Mercedes, Ferrari e Red Bull.

No entanto, sua chegada à Renault em 2017 representou o início de um projeto de longo prazo, já que a fabricante francesa retornou recentemente à categoria como equipe própria.

Isso significa que Hulkenberg ainda busca seu primeiro pódio, obtendo já um recorde na F1 de 156 GPs sem terminar entre os três primeiros.

Sainz, que foi colega de Hulkenberg do fim de 2017 até o encerramento da temporada de 2018, disse: “No ano em que eu cheguei à Renault, Nico já vinha tendo um ano muito forte.”

“Eu o vi rendendo no nível mais alto que já vi no pelotão intermediário por anos.”

“Para mim, ele é um daqueles caras que, se você der uma Mercedes, Ferrari ou Red Bull, ele venceria corridas logo de cara.”

“Mas, infelizmente, quem está de fora não consegue ver isso, não dá para calcular, já que a F1 é desse jeito mesmo.”

“Nico é um daqueles caras com quem aprendi muito e vou para a McLaren com essa experiência, tendo dividido a equipe com um dos pilotos mais talentosos do grid no momento.”

Hulkenberg precisará de um salto significativo da Renault para acabar com o jejum de pódios, já que ficou atrás das três grandes por uma margem significativa.

A Renault já admitiu abertamente sua decepção com o tamanho da margem no ano passado, mas Sainz disse que a equipe que ele deixou está bem posicionada para crescer.

“Espero que sim, porque isso também significaria que eles estão melhorando o motor, e o motor vai para a McLaren e a McLaren também começa a dar certo”, brincou o espanhol.

“Vejo muitos caras bons lá. Conheci gente como Nick Chester [diretor técnico da parte de chassis], que são caras de ponta, e as pessoas realmente querem voltar ao caminho das vitórias.”

“Desejo tudo de melhor para eles. Sei que é um processo difícil e não quanto tempo eles querem encurtar, mas está sempre em torno de 1s5, 2s na classificação.”

Sainz terminou 2018 com 16 pontos a menos que Hulkenberg, tendo ficado apenas uma oportunidade no topo da “série B” da F1, enquanto que o alemão obteve o feito por seis oportunidades.

No entanto, por mais que exalte a reputação de Hulkenberg, Sainz acredita que a tabela de pontuação não mostra exatamente o que aconteceu.

“Não estou inteiramente feliz com os pontos que marquei em meus fins de semana. A quantidade de pontos que tive no fim da temporada não é aquela que eu acho que eu merecia, nem a que eu desejava.”

Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team and Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team

Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team and Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

Next article
Leclerc: gestão de pneus e combustível é a principal diferença de F2 para F1

Previous article

Leclerc: gestão de pneus e combustível é a principal diferença de F2 para F1

Next article

F1 inicia processo de registro de nome para GP das Filipinas

F1 inicia processo de registro de nome para GP das Filipinas
Load comments