Sam Michael define fim de semana no Canadá como "Brutal"

Diretor esportivo da McLaren defende mudanças no time e crê que pior momento da temporada já tenha passado

Sam Michael

Com um recorde de pontuação de 64 corridas seguidas chegando ao fim no Canadá com os carros em 11º e 12º, a luz de alerta foi ligada na McLaren. O dirigente da equipe inglesa, Sam Michael, espera que em Silverstone tudo mude para melhor.

“Tomar volta dos carros de ponta é provavelmente a coisa que mais devemos nos concentrar. Continuamos desenvolvendo o carro e ele está evoluindo, mas não rapidamente como gostaríamos”, disse.

“Sem dúvidas andaremos melhor em Silverstone do que em Montreal. Temos algumas coisas para usar nos treinos lá. Esperamos que isso ajude na performance do nosso carro. Dar grandes passos talvez não seja realista, temos de concentrar em dar pequenos passos.”

Michael também disse que o time não se preocupa em encontrar culpados, e sim sair da atual situação. “Se você focar em demitir gente, tem de tomar muito cuidado, pois pode demitir as pessoas erradas. Pessoas que são responsáveis por este carro e estão comprometidas com tudo.”

“Há muitos engenheiros e designers que produziram carros muito bons no passado e são as melhores pessoas para consertar este carro”, finalizou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias