Satisfeito com o carro, Massa comemora possibilidade de usar asa nova

Novidade da Ferrari, que vinha dando dor de cabeça ao brasileiro, se comportou bem durante os treinos livres

Massa espera bom resultado em Interlagos

Felipe Massa acredita que a Ferrari tenha começado bem o GP do Brasil. O piloto, que ficou em sexto lugar nos primeiros treinos para sua 100ª corrida na equipe italiana, reconhece que não trabalhou muito o acerto do carro, mas se animou com o bom funcionamento de sua asa dianteira.

A peça, introduzida já pensando no carro do ano que vem, deu dor de cabeça especificamente ao brasileiro nas últimas provas. Tanto, que a Ferrari até desistiu de utilizá-la na última prova.

“Acho que foi um dia bom. A gente testou várias coisas no carro durante os treinos, nas asas dianteiras e até na traseira, então não consegui trabalhar apenas no acerto do carro. Poderia ter sido um pouquinho melhor, mas acho que foi um bom dia para entender tudo e pegar tudo certo para amanhã e até conseguir correr com aquela asa que não consegui em Abu Dhabi.”

Ainda que admita que vê essa corrida do Brasil como um bom lugar para dar início a uma guinada na má fase por que passa, Massa vê seus esforços limitados pelo carro da Ferrari, que mais uma vez pareceu render menos que os rivais.

“Nosso carro não tem nada de novo, e isso é um ponto importante, Mas espero fazer um bom resultado aqui e chegar na melhor posição possível. Em 2012 tudo muda, a gente começa do zero, é um outro carro. Mas espero que seja o melhor resultado que tive até agora”, afirmou o brasileiro, que tem como melhor posição uma série de quintos lugares em 2011.

Apontada por seu companheiro Fernando Alonso como praticamente a única possibilidade da Ferrari ter um bom resultado no domingo, a possibilidade de chuva não anima muito Massa.

“É muito difícil dizer. Chuva é chuva, é tudo o que eu posso dizer. Você tem mais chance de não chegar dependendo da chuva, porque aqui em São Paulo, às vezes quando chove, é forte. O importante é a gente está bem em qualquer condição.”

Falando em Alonso, o piloto vê com naturalidade o fato de ter ficado atrás do companheiro nesta sexta-feira. A diferença entre os dois foi de 0s252.

“A gente estava ali perto brigando o tempo todo. Isso é super aceitável. Vou tentar fazer o melhor para largar na frente dele, mas também na frente de outros pilotos com quem estamos disputando.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias