Sauber diz que vai pagar salários atrasados em breve

Equipe admite dificuldades financeiras antes de abertura da temporada de 2016 da Fórmula 1

A chefe da Sauber F1, Monisha Kaltenborn, disse que a equipe vai resolver seus pagamentos pendentes "em um curto espaço de tempo" depois que foi revelado que alguns dos funcionários não tinham sido pagos em fevereiro.

"Sim, isso é verdade. Alguns dos salários de fevereiro ainda estão pendentes. Lamento profundamente isso", disse Kaltenborn, segundo o jornal Blick.

A equipe suíça terminou a temporada de 2014 com zero pontos, atrás da Marussia, uma situação que significou um problema financeiro para a equipe.

A Sauber se recuperou do ano desastroso em 2015, terminando em oitavo lugar na classificação com 36 pontos.

A equipe baseada em Hinwil, no entanto, teve que pagar 15 milhões de euros para Giedo van der Garde após a sua batalha jurídica no ano passado.

Kaltenborn admitiu que a situação era "tensa", mas estava confiante de que tudo seria resolvido em breve.

"É tenso. Agora, é o momento mais oneroso do ano. No que diz respeito à transferência de uma grande quantidade de dinheiro de um patrocinador do exterior, alguns problemas ocorreram".

"Vamos resolver isso dentro de um curto espaço de tempo.

"Vamos sair dessa situação constrangedora. Vamos lutar e vamos sair dela, tal como fizemos no ano passado."

A Sauber foi a única das equipes atuais que não correu com o seu carro de 2016 na primeira semana de testes em Barcelona, com sua C35 fazendo sua estreia apenas na semana seguinte.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias