Sauber está indecisa se copiará sistema do duto passivo da Mercedes

Engenheiro chefe diz que modificação é plausível, mas o custo e o tempo gasto podem inviabilizar o projeto

Sistema aumentaria a velocidade de reta

A equipe Sauber de Fórmula 1 ainda não definiu se irá, ou não, copiar o sistema de duto passivo da Mercedes, mecanismo que dá mais velocidade ao carro quando a asa traseira móvel está aberta.

É certo que as equipes de ponta já estão providenciando a modificação, uma vez que a FIA julgou como legítimo esse artefato. Mas para as equipes de menor orçamento no grid, é uma coisa a se pensar.

"Se nós começássemos de um papel em branco, levaríamos dois meses, disse o engenheiro chefe da Sauber, Matt Morris, à publicação alemã Auto Motor und Sport.

"Mas certamente ajudaria. Temos nos perguntado o quão benéfico isso seria, ou se seria melhor conquistar essa velocidade em reta com meios mais tradicionais."

No último fim de semana, uma das poucas coisas ruins que a Sauber apresentou foi uma velocidade de reta aquém da concorrência, e que com esse mecanismo da Mercedes, poderia resolver o problema.

"As equipes da frente são capazes de lidar com um desenvolvimento como esse em paralelo aos seus programas normais", explicou a diferença.

Mesmo assim, a Sauber já acumula 30 pontos no Mundial enquanto a Mercedes somente 1.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias